Câncer de pulmão Angra dos Reis, Rio de Janeiro

Estude sobre os fatores de risco do câncer de pulmão. Saiba como é feito o diagnóstico e o tratamento da doença. "O tabagismo é o principal fator de risco do câncer pulmonar, sendo responsável por 90% dos casos", destaca o autor. Consulte a lista de especialistas da área, em Angra dos Reis.

Beatriz Grangeiro Santos
2491-6344
Av. Armando Lombardi 633 - 214
Rio de Janeiro, Rio de Janeiro
Especialidade
Pneumologia

Dados Divulgados por
Rodolfo Fred Behrsin
(21) 2606-8681
R Coronel Serrado 1715
Sao Goncalo, Rio de Janeiro
Especialidade
Pneumologia

Dados Divulgados por
Miguel da Costa e Silva Filho
(24) 2252-1032
R. Prefeito Walter Franklin 13 - Sl. 201
Tres Rios, Rio de Janeiro
Especialidade
Pneumologia

Dados Divulgados por
Lelia Mara Leal Josua
249-4904
Av. das Americas 700 - 220-D/Bl.8
Rio de Janeiro, Rio de Janeiro
Especialidade
Pneumologia

Dados Divulgados por
Hamilton Nunes de Figueiredo
(21) 2609-9698
Rua Hermes da Matta Barcelos 398
Niteroi, Rio de Janeiro
Especialidade
Pneumologia

Dados Divulgados por
Ricardo de Paula
226-4593
Av. 28 de Setembro 44 - 901
Rio de Janeiro, Rio de Janeiro
Especialidade
Pneumologia

Dados Divulgados por
Gilvan Renato Muzy de Souza
2620-4815
Rua da Conceiçao 180 - Centro
Niteroi, Rio de Janeiro
Especialidade
Pneumologia

Dados Divulgados por
Mounir Assaf
(21) 2717-6003
Av Ernani do Amaral Peixoto 36 - Sl. 1002
Niteroi, Rio de Janeiro
Especialidade
Pneumologia

Dados Divulgados por
Rafael Klas da Rocha Leal
(21) 2527-5277
Rua Macedo Sobrinho 8 - 203
Rio de Janeiro, Rio de Janeiro
Especialidade
Pneumologia

Dados Divulgados por
Gleison Marinho Guimaraes
(22) 2762-2887
Rua Velho Campos 227
Macae, Rio de Janeiro
Especialidade
Pneumologia

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Câncer de pulmão

Fornecido por: 

O câncer de pulmão é o mais comum de todos os tumores malignos, apresentando um aumento por ano de 2% na sua incidência mundial. Em 90% dos casos diagnosticados está associado ao consumo de derivados de tabaco (leia mais em Tabagismo). No Brasil, o câncer de pulmão foi responsável por 13.579 óbitos em 1998, sendo o tipo de câncer que mais fez vítimas.





Segundo as Estimativas de Incidência e Mortalidade por Câncer do INCA, o câncer de pulmão deverá atingir 20.835 pessoas (14.900 homens e 5.935 mulheres) e causar 15.145 mortes em 2001.



O câncer de pulmão de células não pequenas corresponde a um grupo heterogêneo composto de três tipos histológicos distintos: carcinoma epidermóide, adenocarcinoma e carcinoma de células grandes, ocorrendo em cerca de 75% dos pacientes diagnosticados com câncer de pulmão. Dentre os tipos celulares restantes, destaca-se o carcinoma indiferenciado de células pequenas, com os três subtipos celulares: o linfocitóide (oat cell), o intermediário e o combinado (de células pequenas mais carcinoma epidermóide ou adenocarcinoma). A expressão oat cell ganhou importância no linguajar médico por tratar-se de um subtipo especial de câncer pulmonar, caracterizado por um rápido crescimento, grande capacidade de disseminação e, inclusive com invasão cerebral precoce. Apesar do alto grau de resposta ao tratamento, apresenta baixo percentual de cura...


Continue sua leitura em Saúde e Movimento

Termos e Condições | Política de Privacidade
Fonte do texto: Saúde em Movimento
Banco de dados de médicos e clínicas: Doctoralia
Obs.: Se seu nome aparece no nosso cadastro e deseja que o tiremos, favor entrar em contato com support@nsphere.net