Câncer de pulmão Caxias do Sul, Rio Grande do Sul

Estude sobre os fatores de risco do câncer de pulmão. Saiba como é feito o diagnóstico e o tratamento da doença. "O tabagismo é o principal fator de risco do câncer pulmonar, sendo responsável por 90% dos casos", destaca o autor. Consulte a lista de especialistas da área, em Caxias do Sul.

Fernando Andre Dal Sochio
(54) 3223-4652
Pinheiro Machado 2321 - Sala 73
Caxias Do Sul, Rio Grande do Sul
Especialidade
Pneumologia

Dados Divulgados por
Vanessa Dalcin
(54) 3321-1606
Sinimbu 2211 - 410
Caxias Do Sul, Rio Grande do Sul
Especialidade
Pneumologia

Dados Divulgados por
Eduardo Garcia
513-2282
Pc Dom Feliciano 78 - Sl. 507
Porto Alegre, Rio Grande do Sul
Especialidade
Pneumologia

Dados Divulgados por
Luciana Helbling Bastian
(54) 3311-7275
R Paissandu 2230
Passo Fundo, Rio Grande do Sul
Especialidade
Pneumologia

Dados Divulgados por
Luciani Noschang da Rocha Colcete
(51) 589-1738
Rua Primeiro de Marco 113 - Sala 5095º Andar
Sao Leopoldo, Rio Grande do Sul
Especialidade
Pneumologia

Dados Divulgados por
Carmen Luiza Dalsochio Gobbatto
(54) 3221-5585
Rua Bento Goncalves 2125 - Sala 802
Caxias Do Sul, Rio Grande do Sul
Especialidade
Pneumologia

Dados Divulgados por
Luciano Bauer Grohs
(54) 3214-6750
R Doutor Montaury 1128 - Sala:44
Caxias Do Sul, Rio Grande do Sul
Especialidade
Pneumologia

Dados Divulgados por
Silvia Elaine Cardozo Macedo
(53) 3227-5322
Rua Lobo da Costa 726 - 203
Pelotas, Rio Grande do Sul
Especialidade
Pneumologia

Dados Divulgados por
Ricardo Brendler
(51) 3722-3883
R. Saldanha Marinho 864
Cachoeira Do Sul, Rio Grande do Sul
Especialidade
Pneumologia

Dados Divulgados por
Alexandre Rigo Magalhaes
(55) 3512-2800
Rua Fernando Ferrari 281 - Sala 204
Santa Rosa, Rio Grande do Sul
Especialidade
Pneumologia

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Câncer de pulmão

Fornecido por: 

O câncer de pulmão é o mais comum de todos os tumores malignos, apresentando um aumento por ano de 2% na sua incidência mundial. Em 90% dos casos diagnosticados está associado ao consumo de derivados de tabaco (leia mais em Tabagismo). No Brasil, o câncer de pulmão foi responsável por 13.579 óbitos em 1998, sendo o tipo de câncer que mais fez vítimas.





Segundo as Estimativas de Incidência e Mortalidade por Câncer do INCA, o câncer de pulmão deverá atingir 20.835 pessoas (14.900 homens e 5.935 mulheres) e causar 15.145 mortes em 2001.



O câncer de pulmão de células não pequenas corresponde a um grupo heterogêneo composto de três tipos histológicos distintos: carcinoma epidermóide, adenocarcinoma e carcinoma de células grandes, ocorrendo em cerca de 75% dos pacientes diagnosticados com câncer de pulmão. Dentre os tipos celulares restantes, destaca-se o carcinoma indiferenciado de células pequenas, com os três subtipos celulares: o linfocitóide (oat cell), o intermediário e o combinado (de células pequenas mais carcinoma epidermóide ou adenocarcinoma). A expressão oat cell ganhou importância no linguajar médico por tratar-se de um subtipo especial de câncer pulmonar, caracterizado por um rápido crescimento, grande capacidade de disseminação e, inclusive com invasão cerebral precoce. Apesar do alto grau de resposta ao tratamento, apresenta baixo percentual de cura...


Continue sua leitura em Saúde e Movimento

Termos e Condições | Política de Privacidade
Fonte do texto: Saúde em Movimento
Banco de dados de médicos e clínicas: Doctoralia
Obs.: Se seu nome aparece no nosso cadastro e deseja que o tiremos, favor entrar em contato com support@nsphere.net