Criptosporidíase Palhoça, Santa Catarina

Saiba como ocorre a transmissão da criptosporidíase. Entenda sua epidemologia e as formas de controle. "Os grupos mais atingidos são os menores de 2 anos, pessoas que manipulam animais, viajantes e contatos íntimos de infectados", destaca o autor. Consulte a lista de especialistas da área, em Palhoça.

Luiz Gustavo Escada Ferreira
3224-4684
Rua Esteves Junior 366 - 701
Florianopolis, Santa Catarina
Especialidade
Infectologia

Dados Divulgados por
Marcello Vieira
3224-4684
Rua Esteves Junior 366 - 701
Florianopolis, Santa Catarina
Especialidade
Infectologia

Dados Divulgados por
Luiz Gustavo Escada Ferreira
3224-4684
Rua Esteves Junior 366 - 701
Florianopolis, Santa Catarina
Especialidade
Infectologia

Dados Divulgados por
Ivete Ioshiko Masukawa
3224-2494
Rua Presidente Coutinho 579 - 403
Florianopolis, Santa Catarina
Especialidade
Infectologia

Dados Divulgados por
Regina Celia Santos Valim
3222-0044
Av Rio Branco 380 - 1105
Florianopolis, Santa Catarina
Especialidade
Infectologia

Dados Divulgados por
Magali Chaves Luiz
322-4562
Rua Irma Benwarda 129
Florianopolis, Santa Catarina
Especialidade
Infectologia

Dados Divulgados por
Marcello Vieira
3224-4684
Rua Esteves Junior 366 - 701
Florianopolis, Santa Catarina
Especialidade
Infectologia

Dados Divulgados por
Antonio Fernando Barreto Miranda
322-4249
Rua Pres Coutinho 579 - 701
Florianopolis, Santa Catarina
Especialidade
Infectologia

Dados Divulgados por
Silvia Cristina de Carvalho Flores
3224-2494
Rua Presidente Coutinho 579 - 403
Florianopolis, Santa Catarina
Especialidade
Infectologia

Dados Divulgados por
Valter Rotolo da Costa Araujo
322-4043
Rua Pres Coutinho 579 - 404
Florianopolis, Santa Catarina
Especialidade
Infectologia

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Criptosporidíase

Fornecido por: 

Aspectos Clínicos
Descrição - Infecção causada por protozoário coccídeo, parasito reconhecido como patógeno animal. Atinge as células epiteliais das vias gastrointestinais, biliares e respiratórias do homem, de diversos animais vertebrados e grandes mamíferos.

É responsável por diarréia esporádica em todas as idades, diarréia aguda em crianças e a diarréia dos viajantes.

Em indivíduos imunocompetentes, esse quadro é auto-limitado, entre 1 e 20 dias, com duração média de 10 dias.

Em imunodeprimidos, particularmente com infecção por HIV, ocasiona enterite grave, caracterizada por diarréia aquosa, acompanhada de dor abdominal, mal-estar, anorexia, náuseas, vômitos e febre.

Esses pacientes podem desenvolver diarréia crônica e severa, acompanhada de desnutrição, desidratação e morte fulminante. Nessa situação, podem ser atingidos os pulmões, trato biliar ou surgir infecção disseminada.



Aspectos Epidemiológicos


Agente etiológico - Cryptosporidium parvum.




Cryptosporidium parvum



Reservatório - O homem, o gado e animais domésticos.



Modo de transmissão - Fecal-oral, de animais para o homem ou entre pessoas, pela ingestão de oocistos, que são formas infecciosas e esporuladas do protozoário.



Período de incubação - De 2 a 14 dias...


Continue sua leitura em Saúde e Movimento

Termos e Condições | Política de Privacidade
Fonte do texto: Saúde em Movimento
Banco de dados de médicos e clínicas: Doctoralia
Obs.: Se seu nome aparece no nosso cadastro e deseja que o tiremos, favor entrar em contato com support@nsphere.net