Criptosporidíase São Paulo, São Paulo

Saiba como ocorre a transmissão da criptosporidíase. Entenda sua epidemologia e as formas de controle. "Os grupos mais atingidos são os menores de 2 anos, pessoas que manipulam animais, viajantes e contatos íntimos de infectados", destaca o autor. Consulte a lista de especialistas da área, em São Paulo.

Silvia Regina Julian
(11) 2978-7358
Av. Nova Cantareira 291 - 76
São Paulo, São Paulo
Especialidade
Infectologia

Dados Divulgados por
Maria Beatriz Gandra de Souza Dias
(11) 3255-5999
Rua Dona Adma Jafet 50 - Cj 54
São Paulo, São Paulo
Especialidade
Infectologia

Dados Divulgados por
Helio de Vasconcelos Lopes
(11) 3887-6392
Av Brig Luis Antonio 4178
São Paulo, São Paulo
Especialidade
Infectologia

Dados Divulgados por
Décio Diament
(11) 3896-1422
Av. Dr. Arnaldo 165 - Ambulatório de Hepatites
São Paulo, São Paulo
Especialidade
Infectologia

Dados Divulgados por
Helio Vasconcellos Lopes
Av Brigadeiro Luis Antonio 4178
São Paulo, São Paulo
Especialidade
Infectologia

Dados Divulgados por
Luiz Carlos Buchalla
115-5736
R Vergueiro 2087 - Conjunto 1504
São Paulo, São Paulo
Especialidade
Infectologia

Dados Divulgados por
Liliana Teresinha Martucci Lara
116-2210
Gen. Ataliba Leonel 93 - Cj. 38
São Paulo, São Paulo
Especialidade
Infectologia

Dados Divulgados por
Anderson Jose Dias da Silva
(11) 2589-0373
Rua Alfredo Pujol 177 - Sala 1
São Paulo, São Paulo
Especialidade
Infectologia

Dados Divulgados por
Evaldo Siqueira Marchini
(11) 3262-1818
Paulista 326 - Cj. 51
São Paulo, São Paulo
Especialidade
Infectologia

Dados Divulgados por
Alexandre Ely Campeas
(11) 6971-8809
Rua Doutor Cesar 530 - 2 Andar Cj 201
São Paulo, São Paulo
Especialidade
Infectologia

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Criptosporidíase

Fornecido por: 

Aspectos Clínicos
Descrição - Infecção causada por protozoário coccídeo, parasito reconhecido como patógeno animal. Atinge as células epiteliais das vias gastrointestinais, biliares e respiratórias do homem, de diversos animais vertebrados e grandes mamíferos.

É responsável por diarréia esporádica em todas as idades, diarréia aguda em crianças e a diarréia dos viajantes.

Em indivíduos imunocompetentes, esse quadro é auto-limitado, entre 1 e 20 dias, com duração média de 10 dias.

Em imunodeprimidos, particularmente com infecção por HIV, ocasiona enterite grave, caracterizada por diarréia aquosa, acompanhada de dor abdominal, mal-estar, anorexia, náuseas, vômitos e febre.

Esses pacientes podem desenvolver diarréia crônica e severa, acompanhada de desnutrição, desidratação e morte fulminante. Nessa situação, podem ser atingidos os pulmões, trato biliar ou surgir infecção disseminada.



Aspectos Epidemiológicos


Agente etiológico - Cryptosporidium parvum.




Cryptosporidium parvum



Reservatório - O homem, o gado e animais domésticos.



Modo de transmissão - Fecal-oral, de animais para o homem ou entre pessoas, pela ingestão de oocistos, que são formas infecciosas e esporuladas do protozoário.



Período de incubação - De 2 a 14 dias...


Continue sua leitura em Saúde e Movimento

Termos e Condições | Política de Privacidade
Fonte do texto: Saúde em Movimento
Banco de dados de médicos e clínicas: Doctoralia
Obs.: Se seu nome aparece no nosso cadastro e deseja que o tiremos, favor entrar em contato com support@nsphere.net