Criptosporidíase Sete Lagoas, Minas Gerais

Saiba como ocorre a transmissão da criptosporidíase. Entenda sua epidemologia e as formas de controle. "Os grupos mais atingidos são os menores de 2 anos, pessoas que manipulam animais, viajantes e contatos íntimos de infectados", destaca o autor. Consulte a lista de especialistas da área, em Sete Lagoas.

Livian Maciel Santos
(32) 3217-6498
Rua Constantino Paleta 134
Juiz de Fora, Minas Gerais
Especialidade
Infectologia

Dados Divulgados por
Mozar de Castro Neto
(31) 3337-3210
Av. Prudente de Morais 290 - 503
Belo Horizonte, Minas Gerais
Especialidade
Infectologia

Dados Divulgados por
Janaina de Moura Freire
(31) 3221-2004
Av do Contorno 5334
Belo Horizonte, Minas Gerais
Especialidade
Infectologia

Dados Divulgados por
Ronaldo Aredio Ferreira
(31) 3296-6621
Rua Carangola 105 - Sala 304
Belo Horizonte, Minas Gerais
Especialidade
Infectologia

Dados Divulgados por
Guilherme Cortes Fernandes
323-2129
Rua Santo Antonio 1500 - 1202
Juiz de Fora, Minas Gerais
Especialidade
Infectologia

Dados Divulgados por
Sergio Henrique Oliveira Botti
(32) 9979-0543
Rua Oscar Vidal 388 - 703
Juiz de Fora, Minas Gerais
Especialidade
Infectologia

Dados Divulgados por
Ronald Kleinsorge Roland
(32) 3215-1596
Rua Santo Antonio 1500 - 712
Juiz de Fora, Minas Gerais
Especialidade
Infectologia

Dados Divulgados por
Cassimiro Baesso Junior
(32) 3249-7010
R Doutor Edgard Carlos Pereira 600 - Sala 08
Juiz de Fora, Minas Gerais
Especialidade
Infectologia

Dados Divulgados por
Marcius Kleber Nunes Burgarelli
(34) 3235-5854
R. Marciano Santos 173
Araguari, Minas Gerais
Especialidade
Infectologia

Dados Divulgados por
Tadeu Henrique Pereira
(35) 3222-9600
R. Dona Zica 202
Varginha, Minas Gerais
Especialidade
Infectologia

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Criptosporidíase

Fornecido por: 

Aspectos Clínicos
Descrição - Infecção causada por protozoário coccídeo, parasito reconhecido como patógeno animal. Atinge as células epiteliais das vias gastrointestinais, biliares e respiratórias do homem, de diversos animais vertebrados e grandes mamíferos.

É responsável por diarréia esporádica em todas as idades, diarréia aguda em crianças e a diarréia dos viajantes.

Em indivíduos imunocompetentes, esse quadro é auto-limitado, entre 1 e 20 dias, com duração média de 10 dias.

Em imunodeprimidos, particularmente com infecção por HIV, ocasiona enterite grave, caracterizada por diarréia aquosa, acompanhada de dor abdominal, mal-estar, anorexia, náuseas, vômitos e febre.

Esses pacientes podem desenvolver diarréia crônica e severa, acompanhada de desnutrição, desidratação e morte fulminante. Nessa situação, podem ser atingidos os pulmões, trato biliar ou surgir infecção disseminada.



Aspectos Epidemiológicos


Agente etiológico - Cryptosporidium parvum.




Cryptosporidium parvum



Reservatório - O homem, o gado e animais domésticos.



Modo de transmissão - Fecal-oral, de animais para o homem ou entre pessoas, pela ingestão de oocistos, que são formas infecciosas e esporuladas do protozoário.



Período de incubação - De 2 a 14 dias...


Continue sua leitura em Saúde e Movimento

Termos e Condições | Política de Privacidade
Fonte do texto: Saúde em Movimento
Banco de dados de médicos e clínicas: Doctoralia
Obs.: Se seu nome aparece no nosso cadastro e deseja que o tiremos, favor entrar em contato com support@nsphere.net