Câncer de próstata Serra, Espírito Santo

Dor aguda e aumento do volume podem indicar tumor nos testículos, o autor descreve os sintomas. Saiba como fazer o auto-exame dos testículos. Conheça também, quais são os fatores de risco dessa doença e a sua evolução. Consulte a lista de especialistas da área, em Serra.

Fabio Pimentel Pereira
(27) 3345-2277
R Jose Alexandre Buaiz 190 - /305 a 307
Vitoria, Espírito Santo
Especialidade
Urologia

Dados Divulgados por
Carlos Alberto Libardi
(27) 3225-3050
R Misael Pedreira da Silva 70 - S/101 Ed Medical Center
Vitoria, Espírito Santo
Especialidade
Urologia

Dados Divulgados por
Marcio Maia Lamy de Miranda
Rua Ulisses Sarmento 24 - Salas 710 À 715
Vitoria, Espírito Santo
Especialidade
Urologia

Dados Divulgados por
Jamil Toufic Letaif Filho
Av.Sen.Penha 699 - Ed.Century Towers Sl 407
Vitoria, Espírito Santo
Especialidade
Urologia

Dados Divulgados por
Francisco Jose Prado Brandao
273-3450
Avossa Senhora da Penha 206 - S/308Ed. Caravelle
Vitoria, Espírito Santo
Especialidade
Urologia

Dados Divulgados por
Carlos Alberto Emerich Gomes
273-3249
R Ulisses Sarmento 24 - S/710 Ed. Leon Trade Center
Vitoria, Espírito Santo
Especialidade
Urologia

Dados Divulgados por
Miguel Angelo Perez Lopez
(27) 3325-9392
José Alexandre Buaiz 190 - Sala 308
Vitoria, Espírito Santo
Especialidade
Urologia

Dados Divulgados por
Carlos Pandolpho Teixeira Filho
Vitoria, Espírito Santo
Especialidade
Urologia

Dados Divulgados por
Marcos Antonio da Cunha Araujo
Vitoria, Espírito Santo
Especialidade
Urologia

Dados Divulgados por
Julio Moraes Pernambuco Filho
Vitoria, Espírito Santo
Especialidade
Urologia

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Câncer de próstata

Fornecido por: 

Dor aguda e aumento do volume pode indicar tumor nos testículos.

Considerado o mais raro entre os tumores malignos no homem, o câncer de testículo muitas vezes pode ser confundido com uma inflamação aguda. Atinge principalmente indivíduos jovens, sexualmente ativos e em plena idade reprodutiva. Apesar de ter uma rápida evolução, esse tipo de tumor apresenta elevado índice de cura, quando diagnosticado precocemente. 

Representando menos de 1% dos tumores que acometem os homens, os Tumores Germinativos do Testículo (TGT) têm maior incidência em indivíduos entre 15 e 35 anos, podendo ser confundidos com uma inflamação dos testículos e do epidídimo - canal que coleta e leva o esperma até a ejaculação. "Todo paciente jovem com manifestações escrotais, como aumento de volume recente e dor aguda, que não melhoram após dez dias de tratamento com antibióticos, deve ser reavaliado cuidadosamente e submetido a exame ultra-sonográfico para descartar a hipótese de tumor", explica Luciano Nesrallah, chefe do Setor de Tumores Urológicos da Disciplina de Urologia da Unifesp.

De acordo com o especialista, os mecanismos implicados no desenvolvimento da doença ainda são desconhecidos. Porém, ela é mais comum em homens com atrofia testicular e criptorquidia, uma falha na descida do testículo para o escroto durante o desenvolvimento fetal. O histórico familiar, a infecção por HIV e a ingestão materna de estrógenos no início da gestação também são fatores de risco para o desenvolvimento desse tipo de câncer. Por motivos desconhecidos, os TGT são cinco vezes mais raros em negros.

Nesrallah explica que, apesar de a doença ser agressiva e de rápida evolução, o câncer de testículo é, atualmente, considerado um dos tumores com maior índice de cura (cerca de 92%), pois responde muito bem à quimioterapia. "Por isso, é imprescindível o diagnóstico precoce e a intervenção rápida, com a retirada do testículo comprometido", afirma o urologista. "A extração de apenas um dos testículos não interfere na potência sexual masculina, um dos maiores medos desses pacientes. Quando é necessária a retirada de ambos, entretanto, é preciso, em 60% dos casos, estabelecer a reposição hormonal, devido a queixas de queda de libido".

Auto-exame

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (INCA), o exame físico dos testículos é uma maneira eficaz de detectar tumores e deve ser feito mensalmente, sempre após um banho quente, pois o calor relaxa o escroto e facilita a obser...

Clique aqui para ler este artigo em Saude em Movimento

Termos e Condições | Política de Privacidade
Fonte do texto: Saúde em Movimento
Banco de dados de médicos e clínicas: Doctoralia
Obs.: Se seu nome aparece no nosso cadastro e deseja que o tiremos, favor entrar em contato com support@nsphere.net