Banco de Medula Óssea Balneário Camboriú, Santa Catarina

Encontre banco de medula óssea em Balneário Camboriú. Conheça os profissionais especializados desta área em sua região, aproveite e leia nossos artigos com tutoriais, dicas e informações relevantes sobre este assunto.

Daniela Longhi de Castro
(47) 3366-0334
Avenida Alvin Bauer 810 - 1° Andar
Balneario Camboriu, Santa Catarina
Especialidade
Medicina de Família e Comunidade

Dados Divulgados por
Maria de Fatima Marques da Silva
3226-1212
Rod SC 405 2507
Florianopolis, Santa Catarina
Especialidade
Medicina de Família e Comunidade

Dados Divulgados por
Joelson Freitas Leite
(47) 3231-0242
Rua Armando Odebrecht 70 sala 308 CENTRO CLINICO SANTA CATARINA
Blumenau, Santa Catarina
Especialidade
Medicina Intensiva

Dados Divulgados por
Volnei - Serv de Anatomia Patologica
(48) 622-0289
Patologia Patologia Clínica/Medicina Laboratorial
Tubarao, Santa Catarina
Especialidade
Patologia Clínica/Medicina Laboratorial

Dados Divulgados por
Jose Maria Soares Filho
3223-3073
Rua Alvaro de Carvalho 267 - 301
Florianopolis, Santa Catarina
Especialidade
Medicina do Trabalho

Dados Divulgados por
Glauber Mathias
(47) 3349-3892
Rua Dr. Reinaldo Schmithausen 1178 (sl 11)
Itajai, Santa Catarina
Especialidade
Cirurgia Cranio-Maxilo-Facial

Dados Divulgados por
Felipe Marcelo Xavier
3224-1511
Rua Jeronimo Coelho 389 - 46
Florianopolis, Santa Catarina
Especialidade
Patologia

Dados Divulgados por
Walter Francisco da Silva Filho
3228-2880
Rua Silva Jardim 349
Florianopolis, Santa Catarina
Especialidade
Patologia Clínica/Medicina Laboratorial

Dados Divulgados por
Daniel Gomes Silva
(48) 9162-0921
Rua Madalena Barbi 81
Florianopolis, Santa Catarina
Especialidade
Medicina de Família e Comunidade

Dados Divulgados por
Fernando Graca Aranha
3212-5000
Av Trompowsky 399
Florianopolis, Santa Catarina
Especialidade
Medicina Intensiva

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Banco de Medula Óssea

Fornecido por: 

A leucemia atingiu mais de 470 mil pessoas no Brasil no ano passado, segundo estimativas do Instituto Nacional de Câncer (INCA). Muitas vezes, a única saída para a cura do mal é o transplante de medula óssea - tecido líquido do corpo humano que ocupa a cavidade dos ossos e que é responsável pela produção dos componentes do sangue.

Entretanto, as possibilidades de se encontrarem tipos de medulas compatíveis são baixas - no Brasil, as chances são de uma em um milhão. Por isso a necessidade de se estimular a doação de medula óssea, ação que aumenta a quantidade de tipos de medula disponíveis para tratamento e pode ajudar a salvar vidas. Com essa finalidade, alguns hospitais mantêm bancos em que pessoas podem se tornar doadores voluntários de medula óssea.

"A chance de encontrarmos um doador compatível dentro de um banco de doadores voluntários está diretamente relacionada ao número de cadastros. Ou seja: quanto mais doadores cadastrados maior a chance de encontrarmos a medula certa", afirma a médica Belinda Simões, vice-coordenadora da unidade de Transplante de Medula Óssea do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (HCFMRP) da USP.
 
Para que se realize um transplante de medula é necessário que haja uma total compatibilidade tecidual entre doador e receptor. Caso contrário, a medula será rejeitada. Esta compatibilidade é determinada por um conjunto de genes localizados no cromossomo 6. Com base nas leis de genética, as chances de um indivíduo encontrar um doador ideal entre irmãos (mesmo pai e mesma mãe) é de 35%. Quando não há ninguém na família, a solução é procurar um doador compatível entre os grupos étnicos semelhantes. "E no país, a tarefa de encontrar uma medula ideal é ainda mais difícil, devido à miscigenação do povo brasileiro", diz Belinda.
 
Informação

No Brasil, a doação de medula óssea ainda não é muito difundida e a professora acredita que uma das principais causas seja a falta de informação: "existe muita confusão em termos de medula óssea e medula espinhal. E muitas pessoas acabam temendo doar por não saber como se dá o processo", explica Belinda Simões. A medula espinhal, diferentemente da óssea, é formada de tecido nervoso que ocupa o espaço dentro da coluna vertebral e tem como função transmitir os impulsos nervosos, a partir do cérebro, para todo o corpo.
 
A professora também cita como uma das dificuldades da doação a falta de recursos financeiros por parte do governo para a realização de exames de compatibilidade: "seria necessário um esforço conjunto em termos de melhores informações e, ao mesmo tempo, remuneração dos exames a serem realizados", destaca.
 
A doação da medula óssea é um processo relativamente simples e os riscos para o doador são muito baixos, estando relacionados à um procedimento cirúrgico de pequeno porte. A complicação mais comum, segundo Belinda, é a anemia após a doação: "no...

Clique aqui para ler este artigo em Saude em Movimento

Termos e Condições | Política de Privacidade
Fonte do texto: Saúde em Movimento
Banco de dados de médicos e clínicas: Doctoralia
Obs.: Se seu nome aparece no nosso cadastro e deseja que o tiremos, favor entrar em contato com support@nsphere.net