Centro de Fonoaudiologia Colatina, Espírito Santo

Encontre centro de fonoaudiologia em Colatina. Conheça os profissionais especializados desta área em sua região, aproveite e leia nossos artigos com tutoriais, dicas e informações relevantes sobre este assunto.

Elielson Francisco Costa
Rua Alvaro Antolini 40
Colatina, Espírito Santo
Especialidade
Medicina Nuclear

Dados Divulgados por
Henrique Tomasi Anal Clin Pat
Vitoria, Espírito Santo
Especialidade
Patologia Clínica/Medicina Laboratorial

Dados Divulgados por
Alfredo Silbermann Medicina Nuclear
273-3155
R Jose Teixeira 300 - Junto a Vila Diagnostico
Vitoria, Espírito Santo
Especialidade
Medicina Nuclear

Dados Divulgados por
APART CLINICAS - São Bernardo Apart Hospital
(27) 2102-2222
Rua cassiano Castelo, 396, Centro Colatina - ES
Colatina, Espírito Santo
Especialidade
Mamografia, Densitometria Óssea, RX digital, Ultrassonografias, Ecocardiogramas, MAPA, Holter, Teste ergometrico, Eletroencefalograma, eletroneuromiografia, Ressonancia Magnetica e tomografias computadorizadas

Fonoaudioogia domiciliar/hospitalar
(27) 3039-9698
Jardim da Penha
Vitoria, Espírito Santo
Especialidade
Fonoaudiologia-Disfagia-Motricidade Oral-Hospitalar

Lilian Rodrigues Leitao
Vitoria, Espírito Santo
Especialidade
Patologia

Dados Divulgados por
Elielson Francisco Costa
Rua Alvaro Antolini 40
Colatina, Espírito Santo
Especialidade
Medicina Nuclear

Dados Divulgados por
Alceu de Azevedo Falcao Neto
(27) 3225-6224
Av. Ns. da Penha 367
Vitoria, Espírito Santo
Especialidade
Administração em Saúde

Dados Divulgados por
CENTRO TERAPÊUTICO DE FONOAUDIOLOGIA
(27) 3071-3508
Rua Pedro Busatto 245, sala 06
Vitória, Espírito Santo
Especialidade
FONOAUDIÓLOGA

Cliar - Clínica de Aparelho Respiratório
(27) 3225-6518
r Leocádia Pedra dos Santos, 130, Enseada do Suá
Vitória, Espírito Santo

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Centro de Fonoaudiologia

Fornecido por: 

Um ditado popular muito comum no Brasil diz que “falar é fácil”. E parece mesmo algo muito simples, que fazemos automaticamente, sem pararmos para pensar na complexa estrutura que nos permite transformar pensamentos e idéias em sons. É justamente para tentar entender esse mecanismo que foi criado na USP o Laboratório de Investigação Fonoaudiológica da Fluência da Fala e do Processamento Motor da Fala (LIF). “Esse laboratório é o único do gênero no Brasil”, afirma Cláudia Regina Furquim de Andrade, coordenadora do LIF e também chefe do Departamento de Fonoaudiologia, Fisioterapia e Terapia Ocupacional (Fofito) da Faculdade de Medicina (FM) da USP.

Surgido em 1995, o LIF pesquisa como os atos motores que são programados no cérebro chegam à boca através da fala ou das chamadas funções oro-faciais – os movimentos da boca, como a mastigação e a deglutição. Hoje esses estudos são cada vez mais possíveis, segundo a professora Cláudia, graças ao avanço das técnicas de neuro-imagens e modelos computacionais, que permitem observar como o cérebro trabalha realizando determinada tarefa. “A idéia é compreender melhor como o que é planejado na nossa mente é executado pela boca”, explica.

Seguindo esse conceito, o laboratório desenvolve basicamente três linhas de pesquisa e atendimento à comunidade: fluência e gagueira, habilidade motora (em parceria com outros áreas, como a odontologia), e as chamadas atividades de função neuro-vegetativa (os atos de sugar, mastigar e engolir, por exemplo). Nesse último caso, o LIF atua no atendimento a pacientes internados em Unidades de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital das Clínicas da USP e no Instituto do Coração (Incor).

Dependendo do tipo de intervenção médica e do tempo de internação, esses pacientes podem encontrar grandes dificuldades para engolir alimentos sólidos e mesmo água, explica Cláudia. “Esse ato de sugar, engolir é natural, automático. Quando a pessoa fica algum tempo sem executá-lo, vai perdendo essa habilidade. E se não há um fonoaudiólogo para acompanhar a recuperação da atividade de deglutir, a chance do paciente pegar pneumonia por conta da aspiração do alimento é muito grande”.

Gagueira subestimada

Das patologias associadas à fala, a gagueira é o distúrbio mais recorrente, afirma a coordenadora do LIF. “Nós temos um plano motor - um processo automáti...

Clique aqui para ler este artigo em Saude em Movimento

Termos e Condições | Política de Privacidade
Fonte do texto: Saúde em Movimento
Banco de dados de médicos e clínicas: Doctoralia
Obs.: Se seu nome aparece no nosso cadastro e deseja que o tiremos, favor entrar em contato com support@nsphere.net