Centro de Ginástica São Vicente, São Paulo

Encontre centro de ginástica em São Vicente. Conheça os profissionais especializados desta área em sua região, aproveite e leia nossos artigos com tutoriais, dicas e informações relevantes sobre este assunto.

Academia Esportiva Aclimação Comercial Ltda
(11) 5084-7705
r Alcindo Guanabara, 30 Jardim da Gloria
São Paulo, São Paulo

Dados Divulgados por
Atividade Física Personalizada
(12) 8842-3331
Rua Antonio Gomes de Araujo, 253
Taubaté, São Paulo
 
Academia Arte Em Movimento
(19) 3234-1923
av Saudade, 577
Campinas, São Paulo

Dados Divulgados por
ACM - Associação Cristã de Moços de São Paulo
(11) 3685-8900
av Flores, 453, Jd das Flores
Osasco, São Paulo

Dados Divulgados por
LIFE WELL
(11) 7479-9732
AV MANOEL PEDRO PIMENTEL 200
OSASCO, São Paulo
 
Personal Especializada em Deficientes e Melhor Idade
(011) 8685-9933
Rua Afonso Furtado de Mendonça 363
São Bernardo do Campo, São Paulo
 
IT PILATES STUDIO
(17) 3524-5098
RUA RIBEIRÃO PRETO, 720/726
catanduva, São Paulo
 
Academia Cristina Cara
(12) 3921-2820
r Machado Sidney, 67, Centro
Sao jose dos campos, São Paulo

Dados Divulgados por
Academia de Ginástica Olímpica
(11) 3719-0299
av Rio Pequeno, 775, an 2 Rio Pequeno
São Paulo, São Paulo

Dados Divulgados por
ACADEMIA DEKSTER
(11) 4198-3137
RUA DA PRATA, 632
BARUERI, São Paulo
 
Dados Divulgados por

Centro de Ginástica

Fornecido por: 

Atividades regulares e em ritmo moderado promovem a perda de peso com mais eficiência do que a prática de exercícios vigorosos de alta intensidade nas academias baseados no princípio de que, sem sofrer, não se consegue nada, segundo 
novo estudo publicado na revista Nature.

O estudo concluiu que a melhor maneira de estimular o metabolismo é através de exercícios moderados associados a menos períodos de inatividade durante o dia.

Os cientistas disseram que, desde que praticado consistentemente, andar, passear de bicicleta ou até mesmo subir alguns degraus durante os comerciais da televisão contribuem para a perda de peso. Acrescentaram que o esforço físico pode ser simples como parar o carro na vaga mais distante do estacionamento.

O estudo pode ser um estímulo para as pessoas que querem perder peso, mas que se sentem intimidadas pelo esforço, compromisso e despesas relacionadas à ginástica das academias e aulas de treinadores particulares.

"É sacudir o saco de batata e incentivá-los a fazer alguma coisa," disse Ross Andersen, professor de medicina da Johns Hopkins University, que realizou anteriormente um estudo semelhante. "Isso é uma maneira de as pessoas acumulares atividades todos os dias da semana."

Klaas Westerterp da Universidade de Maastricht, na Holanda, mediu os níveis de atividade de 14 mulheres e 16 homens durante um estudo de duas semanas. Todos os participantes eram sadios, sem problemas de obesidade, com idades de 22 anos a 32 anos.

Westerterp mediu a quantidade de energia gasta usando um aparelho que registra o movimento, revendo as atividades registradas nos diários dos participantes e analisando amostras de urina coletadas de isótopos ingeridos, medidores de energia.

Pequenos movimentos

E descobriu que o tempo entre as atividades de intensidade baixa e moderada é o que determina quantas calorias foram queimadas. As respostas metabólicas para exercícios moderados sugerem que é benéfico psicologicamente, disse. "Todos esses pequenos movimentos contribuem", acrescentou.

As conclusões do estudo são semelhantes a descobertas relatadas por Andrea Dunn, especialista em exercícios do Cooper Institute, em Dallas. "Tentamos em nossos estudos fazer as pessoas pensarem no que realmente têm prazer em fazer. Não tem de ser um sofrimento."

Para as pessoas obesas é muitas vezes mais fácil manter rotinas diárias, tais como subir escadas ou caminhadas curtas, do que suar fazendo as aulas intensas nas academias de ginástica. Essas rotinas de esforço moderado ajudam a perder peso porque são mais fáceis de serem mantidas.

Embora os especialistas advirtam de que não há substituição para o controle da ingestão de alimentos e a prática de atividades vigorosas, a maioria concordou que é melhor algum exercício do que nenhum, quando se trata de reduzir o risco cardíaco e diabetes.

"Qualquer coisa que se faça é positivo," disse dr. G...

Clique aqui para ler este artigo em Saude em Movimento

Termos e Condições | Política de Privacidade
Fonte do texto: Saúde em Movimento
Banco de dados de médicos e clínicas: Doctoralia
Obs.: Se seu nome aparece no nosso cadastro e deseja que o tiremos, favor entrar em contato com support@nsphere.net