Centro de Psicologia Passo Fundo, Rio Grande do Sul

Encontre centro de psicologia em Passo Fundo. Conheça os profissionais especializados desta área em sua região, aproveite e leia nossos artigos com tutoriais, dicas e informações relevantes sobre este assunto.

Carlos Alberto Teixeira Soares
(53) 3222-1704
r Princs Isabel, 280 sl 803, Centro
Pelotas, Rio Grande do Sul

Dados Divulgados por
Ab - Clinica de Psicologia e Apoio Ao Luto Sociedade Simples Ltda
(51) 3330-8199
r Itororó, 211, Cj 303, Menino Deus
Porto Alegre, Rio Grande do Sul

Dados Divulgados por
Francisco, Elizabeth A M
(53) 3225-3355
r Gonçalves Chaves, 962 s 702, Centro
Pelotas, Rio Grande do Sul

Dados Divulgados por
CLINICA C.A.F.E.
(51) 3033-5181
Rua Padre Felipe, 69/218
Esteio, Rio Grande do Sul
 
Centro de Tratamento Casa Clara
(054) 3283 12 77
Av. Rio Branco, 1146 Bairro Ana Rech
Caxias do Sul, Rio Grande do Sul
 
Clínica Psiquê
(51) 3476-6502
r 15 Janeiro, 164 Cj 306, Centro
Canoas, Rio Grande do Sul

Dados Divulgados por
Cleusa Maria Cabral Ceolim
(51) 3485-5097
estr Cocao 370, Centro
Viamão, Rio Grande do Sul

Dados Divulgados por
Clinica de Terapia familiar - CESFI
55 3028 42446
Alameda Buenos Aires 372/405
Santa Maria, Rio Grande do Sul
 
Brito, avani M O
(54) 3223-3705
r Borges Medeiros, 920 s 51, Centro
Caxias do Sul, Rio Grande do Sul

Dados Divulgados por
Psicóloga
(55) 8144-4192
Rua Venâncio Aires 2035 sala: 402
Santa Maria, Rio Grande do Sul
 
Dados Divulgados por

Centro de Psicologia

Fornecido por: 

Qual a diferença entre estar doente e ser doente? Para a psicóloga Yael Ballas, esse deve ser o principio orientador daqueles que tratam pacientes com doenças crônicas. Na sua tese de doutorado, que será defendida no Instituto de Psicologia (IP) da USP, Yael analisou o desenho da figura humana feito por adolescentes portadores de diabetes e por adolescentes saudáveis e notou diferenças na percepção que os diabéticos têm de si mesmos.

O trabalho partiu da hipótese que adolescentes diabéticos apresentariam características singulares em seu esquema corporal, pelas implicações da doença, e teriam níveis de ansiedade mais altos do que os adolescentes sadios. Ao todo, foram avaliados 62 adolescentes com idades de 14 a 20 anos, da cidade de São Paulo. Eles mostraram poucas diferenças entre os desenhos, mas confirmam a hipótese e a validade do teste da figura humana enquanto método de avaliação psicológica.

A psicóloga conta que apesar de não ser algo perceptível à primeira vista, o teste da figura humana mostrou que há diferenças na forma como o adolescente percebe a si mesmo enquanto portador de uma doença crônica. Isso é particularmente importante na adolescência - período de muitas transformações para qualquer indivíduo.

A intenção de Yael é trabalhar conjuntamente com profissionais da área de saúde para propiciar um tratamento melhor para esses pacientes em todos os aspectos: médico, psicológico e educacional. Já em sua dissertação de mestrado, a pesquisadora estudou justamente como médicos do serviço público lidavam com portadores de diabete.

Especificidades
 
A diabete mellitus é uma doença popularmente conhecida pelo aumento do açúcar no sangue, sendo provocada pela deficiência de produção e/ou de ação da insulina, o que pode gerar complicações agudas e crônicas.

A pesquisadora enfatiza a diferença entre ter uma doença e "ser doente". O primeiro é portador de uma doença e pode ter uma vida normal. Já o segundo é visto como alguém que não desenvolve todo seu potencial por causa da doença.

"Os adolescentes portadores de diabete podem ter uma vida bastante parecida com a dos seus pares saudáveis", diz Yael. "O erro é tratá-los como trataríamos pacientes com uma doença não-crônica", avalia. "O tratamento, segundo ela, deve ser contínuo e abordar todos os aspectos da vida: médico, alimentar, educacional e psicológico e não fazer apenas profilaxia (administrar remé...

Clique aqui para ler este artigo em Saude em Movimento

Termos e Condições | Política de Privacidade
Fonte do texto: Saúde em Movimento
Banco de dados de médicos e clínicas: Doctoralia
Obs.: Se seu nome aparece no nosso cadastro e deseja que o tiremos, favor entrar em contato com support@nsphere.net