Clínica Ortopédica Boa Vista, Roraima

Encontre clínica ortopédica em Boa Vista. Conheça os profissionais especializados desta área em sua região, aproveite e leia nossos artigos com tutoriais, dicas e informações relevantes sobre este assunto.

Clube Oficiais 6 Bec
(95) 623-8996
av Cap e Arcez SN
Boa Vista, Roraima
 
Fernando José Martins Ferreira
(95) 224-1433
r Barreto Leite, 46, Centro
Boa Vista, Roraima
 
Centro Psicoterapico Lotti Iris
(95) 224-0104
r Barreto Leite, 46, Centro
Boa Vista, Roraima
 
Luiz Renerys Lima Pinheiro
(95) 224-8437
tv Expedicionarios, 79, Centro
Boa Vista, Roraima
 
DR Ferrer Alessandro
(95) 625-5901
r Clínica São Mateus
Boa Vista, Roraima
 
Rocha DR
(95) 624-1129
av Ville Roy, 122, e, Centro
Boa Vista, Roraima
 
Iate Clube Boa Vista
(95) 623-4309
r Deuzita Mutran Paracat, 100
Boa Vista, Roraima
 
Dra Zara Fátima Botelho de Oliveira
(95) 224-7999
r Araújo Fl, 659, Centro
Boa Vista, Roraima
 
Fed Roraimense Basketball
(95) 224-1451
av Ville Roy W e SL Frb
Boa Vista, Roraima
 
DR Ruy Guilherme S Souza
(95) 224-1460
r Melvim Jones, São Pedro
Boa Vista, Roraima
 

Clínica Ortopédica

Fornecido por: 

Uma dose diária de pequenas vibrações pode fazer tão bem aos ossos quanto exercícios mais vigorosos, como correr ou jogar futebol, e poderá tornar-se um novo tratamento para osteoporose, anunciaram cientistas nesta quarta-feira.

Uma equipe de cientistas norte-americanos está experimentando em seres humanos os mesmos testes de medição de densidade óssea aplicados em ovelhas que ficaram em uma plataforma vibrante por 20 minutos ao dia, cinco vezes por semana, durante um ano.

A vibração quase imperceptível aumentou significativamente a densidade dos ossos dos animais. Se os resultados forem os mesmos nos humanos, poderá ter um amplo leque de aplicações, de fraturas a osteoporose, quando os ossos se enfraquecem em conseqüência de mudanças hormonais.

Há anos que se acreditava que os estímulos resultantes do exercício vigoroso eram os determinantes principais da morfologia óssea, "Não estou duvidando que sejam importantes, mas que não são o único fator," disse Clinton Rubin, um dos autores do estudo publicado na revista Nature.

Rubin, da State University of New York em Stony Brook, disse que o principal estímulo para o esqueleto humano são os sinais mecânicos vindos dos músculos. As vibrações aplicadas nos testes, de 20 Hz a 50 Hz, são muito mais fracas que as durante uma partida de futebol, mas tiveram mais freqüência.

A equipe de cientistas descobriu que a densidade óssea das ovelhas tratadas era um terço maior do...

Clique aqui para ler este artigo em Saude em Movimento

Termos e Condições | Política de Privacidade
Fonte do texto: Saúde em Movimento
Banco de dados de médicos e clínicas: Doctoralia
Obs.: Se seu nome aparece no nosso cadastro e deseja que o tiremos, favor entrar em contato com support@nsphere.net