Clínica de Fisioterapia Alegrete, Rio Grande do Sul

Encontre clínicas de fisioterapia em Alegrete. Conheça os profissionais especializados desta área em sua região, aproveite e leia nossos artigos com tutoriais, dicas e informações relevantes sobre este assunto.

Fonoaudióloga Sintia Schio
(54) 3453-2581
Rua São Paulo 60
Bento Goncalves, Rio Grande do Sul
Especialidade
Foniatria

Dados Divulgados por
Newton Luiz Numa Peixoto Primo
(53) 231-5304
R Zalony 160 - Sl. 606
Rio Grande, Rio Grande do Sul
Especialidade
Medicina Intensiva

Dados Divulgados por
GISLAINE ROCHA DE QUADROS
(51) 8171-2976
Consultório de Fonoaudiologia em Canoas
Canoas, Rio Grande do Sul
Especialidade
Foniatria

Dados Divulgados por
Jose Antonio Leivas Lang
(53) 3222-5522
Rua Padre Anchieta 2445
Pelotas, Rio Grande do Sul
Especialidade
Patologia Clínica/Medicina Laboratorial

Dados Divulgados por
Thyrso Andrade Machado
(55) 3220-4438
Presidente Vargas 2291
Santa Maria, Rio Grande do Sul
Especialidade
Patologia

Dados Divulgados por
Melissa Marcanzoni Bortolotto
(51) 3486-1291
Papa João Xxiii 28
Gravatai, Rio Grande do Sul
Especialidade
Medicina de Família e Comunidade

Dados Divulgados por
Marcio Pereira Hetzel
(51) 3214-8000
Av Independencia 330 - Sl. 201
Porto Alegre, Rio Grande do Sul
Especialidade
Medicina Intensiva

Dados Divulgados por
Marilene Lucas Oliveira Bicca
(53) 3222-7398
Rua Anchieta 2396
Pelotas, Rio Grande do Sul
Especialidade
Patologia

Dados Divulgados por
Carlos Roberto R. Vargas e Cia
(53) 3231-3500
Marechal Floriano Peixoto 508
Rio Grande, Rio Grande do Sul
Especialidade
Patologia Clínica/Medicina Laboratorial

Dados Divulgados por
Valerie Noronha Menezes Kreutz
051 36010723
rua bento gonçalves 1049
Osorio, Rio Grande do Sul
Especialidade
Medicina Estetica

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Clínica de Fisioterapia

Fornecido por: 

Estudo avalia coordenação motora de crianças com Síndrome de Down.

Em pesquisa desenvolvida na Faculdade de Educação Física (FEF), o desempenho de crianças com Síndrome de Down em testes de coordenação e habilidades motoras não foi tão abaixo da média como se esperava. Segundo a educadora física Sonia Maria Lifante, autora da pesquisa, os resultados foram satisfatórios e indicaram que o estímulo da família, escola e sociedade são determinantes no desenvolvimento dessas crianças. “Teve criança de cinco anos que apresentou, no mesmo teste, condições melhores do que outra de 12 anos. Neste sentido, o ponto forte da pesquisa foi concluir que as funções motoras não deixam tanto a desejar em relação à média das crianças em geral”, destaca Sonia.

A ideia de aplicar dois testes distintos – de habilidades e de coordenação motora – foi implantada com o objetivo de se obter resultados mais eficientes. Em geral, os testes são aplicados em separado e, por isso, tendem a ser incompletos. Sonia explica que a coordenação motora está ligada à estrutura física da criança, enquanto as habilidades relacionam-se à freqüência da prática dos movimentos.

As duas funções são fundamentais para o Down, uma vez que o retardo mental pode também afetar o desenvolvimento motor, pois o andar, por exemplo, pode ocorrer com dois ou três anos de idade”, esclarece. Neste sentido, estimular a criança desde muito cedo com fisioterapia ou atividades como dança, artesanato, ginástica e outros seria o recomendável, na opinião da educadora física, para que o atraso diminua sensivelmente. 
Sonia foi...

Clique aqui para ler este artigo em Saude em Movimento

Termos e Condições | Política de Privacidade
Fonte do texto: Saúde em Movimento
Banco de dados de médicos e clínicas: Doctoralia
Obs.: Se seu nome aparece no nosso cadastro e deseja que o tiremos, favor entrar em contato com support@nsphere.net