Clínica de Mastologia Fortaleza, Ceará

Encontre clínica de mastologia em Fortaleza. Conheça os profissionais especializados desta área em sua região, aproveite e leia nossos artigos com tutoriais, dicas e informações relevantes sobre este assunto.

Alzira Guerra Saldanha
3264-2111
R Padre Valdevino 2160
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Patologia Clínica/Medicina Laboratorial

Dados Divulgados por
Dalgimar Beserra de Menezes
3231-9075
R Joao Cordeiro 1656
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Patologia

Dados Divulgados por
Aila M Martins Pimentel Oliveira
3287-5589
R Pintor Antonio Bandeira 1500
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Medicina do Trabalho

Dados Divulgados por
Ana Maria Medeiros L Melo
3261-9317
Av Santos Dumont 2626
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Medicina do Trabalho

Dados Divulgados por
Luciana Gomes da R Arruda
3272-6414
Av Pontes Vieira 2591
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Patologia

Dados Divulgados por
Dary Alves Oliveira
3272-8054
Av Rui Barbosa 3275
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Nutrologia

Dados Divulgados por
Ana Virginia M da F Ribeiro
3461-3131
R Doutor Jose Lourenco 1860
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Patologia Clínica/Medicina Laboratorial

Dados Divulgados por
Ana Francisca Moreira Martins
3279-8500
Av Oliveira Paiva- 1291
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Medicina do Trabalho

Dados Divulgados por
Regis Oquendo Nogueira
3288-4549
R Papi Junior 1222
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Medicina Nuclear

Dados Divulgados por
Alvaro Braga C de Oliveira
3246-1032
Av Barao de Studart 2173
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Medicina do Trabalho

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Clínica de Mastologia

Fornecido por: 

A pesquisa denominada United Kingdom Standardisation of Breast Radiotherapy (Padronização do Reino Unido para Radioterapia Mamária) foi desenvolvida, ao longo de uma década, por 35 centros de estudo britânicos, sendo financiada pelo Ministério da Saúde inglês e por outras entidades de combate ao câncer de mama.

O resultado aponta que a redução do número de sessões de radioterapia, contrabalanceadas pela ampliação de sua intensidade, pode gerar efeitos tão satisfatórios quanto os dos atuais tratamentos.

Apesar das sessões serem mais fortes, a radiação total recebida pela paciente, submetida a um menor número de procedimento é inferior e os efeitos secundários são mais leves, de acordo com a conclusão do estudo.

A nova proposta

Atualmente, o tratamento utilizado após a retirada de um tumor do seio é de 25 sessões de dois grays cada uma, totalizando 50 grays, no decorrer de cinco semanas. Todavia, os pesquisadores concluíram que radiação total menor, dada em menos doses mais espaçadas, é tão efetiva quanto o tratamento atual.

Os pesquisadores utilizaram no estudo aproximadamente 5.000 pacientes com dosagens de intensidade variada e concluíram que um programa de 40 grays em 15 doses, ao longo de três semanas, fornecerá um bom controle do tumor e seus efeitos colaterais são semelhantes aos do tratamento atual.

A adoção desta medida nos hospitais e clínicas do mundo inteiro...

Clique aqui para ler este artigo em Saude em Movimento

Termos e Condições | Política de Privacidade
Fonte do texto: Saúde em Movimento
Banco de dados de médicos e clínicas: Doctoralia
Obs.: Se seu nome aparece no nosso cadastro e deseja que o tiremos, favor entrar em contato com support@nsphere.net