Clínica de Ortodontia Campo Grande, Mato Grosso do Sul

Conheça clínicas otrodônticas em Campo Grande. Encontre os profissionais especializados desta área em sua região, aproveite e leia nossos artigos com tutoriais, dicas e informações relevantes sobre este assunto.

Wanderley César Júnior
(44) 3262-1381
Av Humaitá 890
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Odontologia

Dados Divulgados por
Geraldino Cassimiro de Araújo Filho
(61) 3552-0111
Av Central s/n lt 880 lj 3
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Odontologia

Dados Divulgados por
Reinaldo Reichenbach
(41) 3332-0662
Rua Com Roseira 164
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Odontologia

Dados Divulgados por
Haroldo A Ribas
(31) 3224-0415
Av Afonso Pena 748 s 1708
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Odontologia

Dados Divulgados por
Giovani David Emmer
(51) 3709-0009
Rua Fialho Vargas 320 sl 502
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Odontologia

Dados Divulgados por
Maury Batista Fabrício
(55) 3224-1152
Rua Francisco Guerino 230
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Odontologia

Dados Divulgados por
Marcos Jaime Ferreira
(31) 3714-4549
Rua Quintino Moreira 328
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Odontologia

Dados Divulgados por
Fabiano Henrique Silveira
(35) 3424-1577
Rua Afonso Pena 26
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Odontologia

Dados Divulgados por
João Antônio Cardoso
(42) 3272-1931
Rua Leônidas Garcia Rodrigues 92
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Odontologia

Dados Divulgados por
Thiago J Tavares
(35) 3264-1401
Rua 7 Setembro 198
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Odontologia

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Clínica de Ortodontia

Fornecido por: 

Um trabalho desenvolvido na Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP) promete baratear o custo para colocação de aparelhos ortodônticos. A odontóloga Maria de Paula Caldas criou uma metodologia para avaliação objetiva da maturação esquelética pelas vértebras cervicais em radiografias cefalométricas (da cabeça) laterais de meninas e meninos, com idade entre 7 e 15 anos. O procedimento elimina a necessidade de se fazer uma radiografia de mão e punho, como habitualmente é necessário.

Além de reduzir o custo de uma radiografia e, conseqüentemente, diminuir a exposição à radiação, as novas fórmulas também excluem uma etapa no processo. A idéia, no futuro, segundo Maria Caldas, seria disponibilizar o método em programa de computador para os profissionais de ortodontia.

Em geral, explica a especialista, para a colocação de aparelhos de qualquer natureza o profissional deve levar em consideração a maturação esquelética do paciente. O principal recurso utilizado atualmente para a determinação do estágio de maturação consiste na avaliação das radiografias de mão e punho. Uma grande preocupação, no entanto, reside na simplificação dos recursos de diagnóstico e, principalmente, na redução de exposições radiográficas indicadas aos pacientes. "Por isso, observa-se um crescimento da tendência de se utilizar, na prática clínica, as radiografias que já fazem parte da documentação ortodôntica de rotina, como é o caso das radiografias cefalométricas laterais", explica.

Diferentes métodos de avaliação das vértebras cervicais foram desenvolvidos para determinação da maturidade esquelética e potencial de crescimento da criança. No entanto, todos esses métodos basearam-se em análises subjetivas através da visualização de alterações morfológicas nos corpos das vértebras. "Trata-se de uma análise subjetiva e com grau de precisão relativo, uma vez que os resultados podem divergir entre os avaliadores". Com o novo m...

Clique aqui para ler este artigo em Saude em Movimento

Termos e Condições | Política de Privacidade
Fonte do texto: Saúde em Movimento
Banco de dados de médicos e clínicas: Doctoralia
Obs.: Se seu nome aparece no nosso cadastro e deseja que o tiremos, favor entrar em contato com support@nsphere.net