Clínica de Pneumologia e Tisiologia Cabo Frio, Rio de Janeiro

Encontre clínica de pneumologia e tisiologia em Cabo Frio. Conheça os profissionais especializados desta área em sua região, aproveite e leia nossos artigos com tutoriais, dicas e informações relevantes sobre este assunto.

Eduardo de Mendonca e Silva
2254-5194
R. Gal. Roca 685 - 601
Rio de Janeiro, Rio de Janeiro
Especialidade
Nutrologia

Dados Divulgados por
Regina Granato Laboratorio Ltda
(21) 2544-1547
R. Cel. Serrado 688
Sao Goncalo, Rio de Janeiro
Especialidade
Patologia Clínica/Medicina Laboratorial

Dados Divulgados por
Fernando Mauro Junqueira Bastos
(21) 2256-3618
Rua Tonelero 59 - 101
Rio de Janeiro, Rio de Janeiro
Especialidade
Medicina do Trabalho

Dados Divulgados por
Leonardo Justin Carap
(21) 2719-9585
Rua Dr. Borman 23 - 1202
Niteroi, Rio de Janeiro
Especialidade
Medicina Preventiva e Social

Dados Divulgados por
Denise Menezes Seroa da Motta
(21) 2142-0935
Av. Franklin Roosevelt 166 - Sala 403
Rio de Janeiro, Rio de Janeiro
Especialidade
Medicina do Trabalho

Dados Divulgados por
Silvia Waymberg
2284-9739
R. Gal. Roca 440 - 108
Rio de Janeiro, Rio de Janeiro
Especialidade
Nutrologia

Dados Divulgados por
Cristiane Xavier
(021) 3553-6440
Av. das Américas 3200 - Barra da Tijuca
Rio de Janeiro, Rio de Janeiro
Especialidade
Terapias Complementares e Alternativas

Dados Divulgados por
Jose Antonio Abi Ramia
(21) 2189-9191
Rua Domingues de Sa 410 - Hospital
Niteroi, Rio de Janeiro
Especialidade
Nutrologia

Dados Divulgados por
Larissa Correa Prieto
Est. Francisco da Cruz Nunes 5803
Niteroi, Rio de Janeiro
Especialidade
Medicina Intensiva

Dados Divulgados por
José Manoel Alves de Oliveira
(21) 2556-8096
Rua do Catete 90 - Sala 404
Rio de Janeiro, Rio de Janeiro
Especialidade
Medicina do Trabalho

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Clínica de Pneumologia e Tisiologia

Fornecido por: 

Broncoespasmo

DEFINIÇÃO

Constrição reversível de vias aéreas pequenas do trato respiratório distal.


CAUSAS TÓXICAS

  • Bloqueadores beta adrenérgicos
  • Poeira
  • Aspiração de hidrocarbonetos
  • Gases irritantes:

    Amônia
    Cloro
    Fluor
    Acido clorídrico (gases)
    Dióxido de Nitrogênio
    Ozônio
    Fosgênio
    Dióxido de Enxofre

  • Vapores Metálicos ("febre dos vapores metálicos")
  • Organofosforados
  • Fumo


CAUSAS NÃO TÓXICAS

  • Anafilaxia
  • Asma


MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS

As manifestações clínicas observadas são dispnéia, sibilos, cianose e tosse. O paciente também pode apresentar dificuldades para falar e usualmente apresenta taquicardia grave. Nos casos graves pode ser observado "pulso paradoxal".


DIAGNOSTICO DIFERENCIAL

  • Obstrução de vias aéreas devido ao aumento de secreção brônquica
  • Doenças Pulmonares Obstrutivas Crônicas
  • Hiperventilação
  • Falência ventricular esquerda (asma cardíaca)
  • Tromboembolismo pulmonar
  • Pneumonia
  • Pneumotórax
  • Compensação respiratória de acidose metabólica
  • Obstrução de vias aéreas superiores


INVESTIGAÇÕES RELEVANTES

  • Gasometria arterial (em pacientes graves)
  • Radiografia de tórax
  • Fluxo de Pico Expiratório (PEFR)
  • Volume Expiratório Forçado em um segundo (FEV1)


TRATAMENTO

Administrar oxigênio suplementar.

Administrar um agonista beta-adrenérgico, como salbutamol em aerossol utilizando um nebulizador. Salbutamol também pode ser administrado por via endovenosa, iniciando com uma solução de infusão.

Nos casos graves, aminofilina pode ser associada.

Se a condição clínica do paciente e a gasometria arterial deterioram apesar destas medidas acima, ventilação com pressão positiva intermitente pode ser necessária (IPPV). Entretanto, ventilação é raramente necessária para broncoespasmos decorrentes de exposições tóxicas.


EVOLUÇÃO CLÍNICA E MONITORIZAÇÃO

Geralmente a recuperação é rápida, a menos que o paciente seja asmático. Casos fatais são raros. O paciente deve ser cuidadosamente monitorizado até o desaparecimento dos sintomas.


COMPLICAÇÕES TARDIAS

Nenhuma decorrente do broncoespasmo.

Sensibilização causada por uma substância tóxica pode resultar em doença respiratória reativa.


AUTORES / REVISORES

Autor: Dr Ravindra Fernando, National Poisons Information Centre, Faculty of Medicine, Kynsey Road, Colombo 8, Sri Lanka.
Revisores: Rio de Janeiro, 5.9.97: J.N. Bernstein, E. Birtanov, R. Fernando, H. Hentschel, T.J. Meredith, Y. Ostapenko, P. Pelclova, C.P. Snook, J. Szajewski London, 15.03.98: T. Della Puppa, T.J. Meredith, L. Murray, A. Nantel.
Tradutor: Dr Ligia Fruchtengarten, Março 99.

Fonte: IPCS INTOX

Obs.: O tratamento proposto é apenas para fin...

Clique aqui para ler este artigo em Saude em Movimento

Termos e Condições | Política de Privacidade
Fonte do texto: Saúde em Movimento
Banco de dados de médicos e clínicas: Doctoralia
Obs.: Se seu nome aparece no nosso cadastro e deseja que o tiremos, favor entrar em contato com support@nsphere.net