Clínica de Psicoterapia Alegrete, Rio Grande do Sul

Encontre clínica de psicoterapia em Alegrete. Conheça os profissionais especializados desta área em sua região, aproveite e leia nossos artigos com tutoriais, dicas e informações relevantes sobre este assunto.

Centro de Tratamento Casa Clara
(054) 3283 12 77
Av. Rio Branco, 1146 Bairro Ana Rech
Caxias do Sul, Rio Grande do Sul
 
psicologa erica baron
(54) 9139-0908
rua hercules gallo 515 sala 403 centro ed. murialdo cep 95020330caxias do
caxias do sul, Rio Grande do Sul
 
CLINICA C.A.F.E.
(51) 3033-5181
Rua Padre Felipe, 69/218
Esteio, Rio Grande do Sul
 
Kahl, Maria L F
(55) 3221-6138
r Paul Harris, 70 ap 1, Patronato
Santa Maria, Rio Grande do Sul

Dados Divulgados por
Clinica Psicológica de Atendimento a Saúde
(54) 3214-0007
av Júlio Castilhos, 1511 sl42, Nossa Senhora de Lourdes
Caxias do Sul, Rio Grande do Sul

Dados Divulgados por
Fabrício Carlo Bellei
(54) 8111-3158
Av. Rio Branco, 07, Sala 303
Caxias do Sul, Rio Grande do Sul
 
Caepsy Centro de Atendimento e Estudos em Psicologia Ltda
(51) 3484-3593
av José Loureiro Silva, 1875, Centro
Gravataí, Rio Grande do Sul

Dados Divulgados por
Christina Schuch Zilberknop Psicoterapia
(53) 3028-0868
r Andrade Neves, 2142 Sl 302, Centro
Pelotas, Rio Grande do Sul

Dados Divulgados por
Psicólogo Jonas F. Machado - psicologia e espiritualidade
(51) 9685-3611
Rua 28 de setembro, 36 sala 610
Santa Cruz do Sul, Rio Grande do Sul
 
Consultório de Psicologia
(55) 3223-1724
r Mal Floriano Peixoto, 1000 ap 15, Centro
Santa Maria, Rio Grande do Sul

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Clínica de Psicoterapia

Fornecido por: 

Pesquisa realizada pela psicóloga Rosaly Braga Campanini, do PROVE (Programa de Atendimento e Pesquisa em Violência), da UNIFESP (Universidade Federal de São Paulo), mostrou que pacientes que utilizaram a psicoterapia interpessoal de grupo para o tratamento do Transtorno de Estresse Pós-Traumático (TEPT) apresentaram uma melhora significativa de 50% nos sintomas como depressão e ansiedade e 80% de melhora nas questões de qualidade de vida e ajustamento social. 

De acordo com o estudo, que utilizou uma escala internacional que vai de 0 a 136 pontos, a média inicial dos sintomas nos pacientes de TEPT era de 72,3 (severo). Ao final do tratamento, a média caiu para 36,5 (leve). “A tendência é que com a psicoterapia o paciente tenha uma recuperação total em até 6 meses após o tratamento”, afirma a pesquisadora.

O estudo foi realizado no PROVE/UNIFESP no período de 2005 a 2008. Participaram da pesquisa 40 pacientes adultos (homens e mulheres). Estes receberam intervenção com psicoterapia de grupo de 6 a 8 pessoas, por 16 semanas, sendo por 1h30 por semana. Todos os pacientes eram crônicos e a média de tempo em que o evento havia ocorrido era de 2,5 anos.

Os eventos violentos sofridos foram:

23 (57,5%) assalto e/ou seqüestro relâmpago com violência e risco de vida
03 (7,5%) abuso sexual
12 (30%) viu a perda de familiar vítima de homicídio
02 (5%) sequestro com cativeiro

Todos os pacientes se encontravam em tratamento clínico no ambulatório, com medicação há mais de oito meses. Os casos não apresentavam melhora e seus próprios médicos encaminhavam para a psicoterapia. Além das entrevistas com os pacientes, foram utilizados instrumentos a constatação do TEPT e sua gravidade antes do início da psicoterapia e após o termino do tratamento. Os instrumentos avaliam os índices de depressão, ansiedade, qualidade de vida e ajustamento social.

A Psicoterapia Interpessoal

A Psicoterapia Interpessoal é uma terapia breve e focal. Foi desenvolvida por Gerald Klerman (1984) e utilizada, inicialmente, no tratamento de depressão e adaptada posteriormente para uma série de outros transtornos, como transtorno bipolar, transtorno alimentar, TEPT e etc. Ela tem como premissa que a doença sempre ocorre num contexto social e interpessoal que influencia o seu início e a resposta ao tratamento. Vem sendo largamente utilizada nos EUA, Canadá, Europa. No Brasil é utilizada desde 2003 e foi introduzida em estudos na UNIFESP pelo o professor Marcelo Feijó, diretor do PROVE. Recente ensaio clinico aber...

Clique aqui para ler este artigo em Saude em Movimento

Termos e Condições | Política de Privacidade
Fonte do texto: Saúde em Movimento
Banco de dados de médicos e clínicas: Doctoralia
Obs.: Se seu nome aparece no nosso cadastro e deseja que o tiremos, favor entrar em contato com support@nsphere.net