Clínica de Psicoterapia Campo Grande, Mato Grosso do Sul

Encontre clínica de psicoterapia em Campo Grande. Conheça os profissionais especializados desta área em sua região, aproveite e leia nossos artigos com tutoriais, dicas e informações relevantes sobre este assunto.

Clínica de Psicologia Andrea Lacet, Dra
(67) 3321-8077
r Rio Grande Sul, 1530, Jardim dos Estados
Campo Grande, Mato Grosso do Sul

Dados Divulgados por
Clínica de Psicologia Mendes
(67) 9249-3434
r Eduardo Santos Pereira, 295, Centro
Campo Grande, Mato Grosso do Sul

Dados Divulgados por
Adauto Furlanetti
(67) 9264-4869
r Eduardo Santos Pereira, 295 1º Andar, Sala 2
Campo Grande, Mato Grosso do Sul

Dados Divulgados por
Clínica de Psicologia Merege
(67) 3384-3907
r 25 de Dezembro, 476 s 4, Centro
Campo Grande, Mato Grosso do Sul

Dados Divulgados por
Arruda, Ângelo M V
(67) 3383-2307
r Eduardo Santos Pereira, 1659 s 5, Jardim dos Estados
Campo Grande, Mato Grosso do Sul

Dados Divulgados por
Andrade, Denisval P
(67) 3324-4920
r Antônio Corrêa, 319 lt 10, Jardim Monte Líbano
Campo Grande, Mato Grosso do Sul

Dados Divulgados por
Ismape - Apoio Psicológico e Educacional
(67) 3382-6748
r Arthur Jorge, 1048 Sl 2
Campo Grande, Mato Grosso do Sul

Dados Divulgados por
CIDAPP-Centro Integrado de Desenvolvimento e Pesquisa em Psicologia
(67) 3324-9599
r Sebastião Lima, 1143, Jardim Monte Líbano
Campo Grande, Mato Grosso do Sul

Dados Divulgados por
Centro Psicológico de Controle do Stress
(67) 3383-0199
av dos Estados, 112, Jardim dos Estados
Campo Grande, Mato Grosso do Sul

Dados Divulgados por
Clínica de Psicologia e Fonoaudiologia
(67) 3324-6026
av Mato Grosso, 358, Centro
Campo Grande, Mato Grosso do Sul

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Clínica de Psicoterapia

Fornecido por: 

Pesquisa realizada pela psicóloga Rosaly Braga Campanini, do PROVE (Programa de Atendimento e Pesquisa em Violência), da UNIFESP (Universidade Federal de São Paulo), mostrou que pacientes que utilizaram a psicoterapia interpessoal de grupo para o tratamento do Transtorno de Estresse Pós-Traumático (TEPT) apresentaram uma melhora significativa de 50% nos sintomas como depressão e ansiedade e 80% de melhora nas questões de qualidade de vida e ajustamento social. 

De acordo com o estudo, que utilizou uma escala internacional que vai de 0 a 136 pontos, a média inicial dos sintomas nos pacientes de TEPT era de 72,3 (severo). Ao final do tratamento, a média caiu para 36,5 (leve). “A tendência é que com a psicoterapia o paciente tenha uma recuperação total em até 6 meses após o tratamento”, afirma a pesquisadora.

O estudo foi realizado no PROVE/UNIFESP no período de 2005 a 2008. Participaram da pesquisa 40 pacientes adultos (homens e mulheres). Estes receberam intervenção com psicoterapia de grupo de 6 a 8 pessoas, por 16 semanas, sendo por 1h30 por semana. Todos os pacientes eram crônicos e a média de tempo em que o evento havia ocorrido era de 2,5 anos.

Os eventos violentos sofridos foram:

23 (57,5%) assalto e/ou seqüestro relâmpago com violência e risco de vida
03 (7,5%) abuso sexual
12 (30%) viu a perda de familiar vítima de homicídio
02 (5%) sequestro com cativeiro

Todos os pacientes se encontravam em tratamento clínico no ambulatório, com medicação há mais de oito meses. Os casos não apresentavam melhora e seus próprios médicos encaminhavam para a psicoterapia. Além das entrevistas com os pacientes, foram utilizados instrumentos a constatação do TEPT e sua gravidade antes do início da psicoterapia e após o termino do tratamento. Os instrumentos avaliam os índices de depressão, ansiedade, qualidade de vida e ajustamento social.

A Psicoterapia Interpessoal

A Psicoterapia Interpessoal é uma terapia breve e focal. Foi desenvolvida por Gerald Klerman (1984) e utilizada, inicialmente, no tratamento de depressão e adaptada posteriormente para uma série de outros transtornos, como transtorno bipolar, transtorno alimentar, TEPT e etc. Ela tem como premissa que a doença sempre ocorre num contexto social e interpessoal que influencia o seu início e a resposta ao tratamento. Vem sendo largamente utilizada nos EUA, Canadá, Europa. No Brasil é utilizada desde 2003 e foi introduzida em estudos na UNIFESP pelo o professor Marcelo Feijó, diretor do PROVE. Recente ensaio clinico aber...

Clique aqui para ler este artigo em Saude em Movimento

Termos e Condições | Política de Privacidade
Fonte do texto: Saúde em Movimento
Banco de dados de médicos e clínicas: Doctoralia
Obs.: Se seu nome aparece no nosso cadastro e deseja que o tiremos, favor entrar em contato com support@nsphere.net