Gravidez Campo Grande, Mato Grosso do Sul

Saiba quais são os exercícios físicos recomendados para as gestantes in Campo Grande. A educadora Elke Oliveira descreve os benefícios das atividades regulares. Conforme ela, a atividade física de intensidade leve a moderada é considerada segura e eficiente para a gravidez. Consulte a lista de especialistas da área, em Campo Grande.

Antonio Adonis Mourao
(67) 3325-7577
Rua Padre Joao Crippa 975
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Ginecologia e Obstetrícia

Dados Divulgados por
Heber Ferreira de Santana
(67) 3383-4902
Rua 13 - de Junho 651
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Ginecologia e Obstetrícia

Dados Divulgados por
James da Silva Nunes
(67) 3383-5909
Rua Antônio Marica Coleho 1657 - Casa
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Ginecologia e Obstetrícia

Dados Divulgados por
Guilherme Henrique Silveira
(67) 3363-2896
Rua Eduardo Santos Pereira 329
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Ginecologia e Obstetrícia

Dados Divulgados por
Alex Cunha Alonso
(67) 3321-2976
Rua Sao Paulo 205
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Mastologia

Dados Divulgados por
Faustino e Ratier Serviços Médicos S/S
673-3829
R Marechal Rondon 1636 - Sala 601
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Mastologia

Dados Divulgados por
Faustino e Ratier - Dr. Naildo Alonso
(67) 3321-4661
Rua Candido Mariano 1636 - Ed. Cosmossala 601
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Mastologia

Dados Divulgados por
Lenice Garcia Brandao
(67) 3382-0432
Rua Bahia 1110
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Ginecologia e Obstetrícia

Dados Divulgados por
Cezar Luiz Galhardo
(67) 3321-0162
Av. Fernando Correa da Costa 1233
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Ginecologia e Obstetrícia

Dados Divulgados por
Gil Pacifico Tognini
R Rui Barbosa 4273
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Ginecologia e Obstetrícia

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Gravidez

Fornecido por: 


Autora - Professora Elke Oliveira




Graduada em Educação Física pela Universidade de Brasília.


Pós-graduada em Musculação e Treinamento de Força pela Gama Filho e em Fisiologia do Exercício pela Veiga de Almeida.


Membro do Gease


Coordenadora Academia Malhart


Personal trainer






Vários estudiosos relatam a escassez de trabalhos sobre a eficiência e a segurança da atividade física / esportiva para gestantes, principalmente sobre o bem estar fetal e a circulação uteroplacentária. Em parte, isso se deve à grande dificuldade de registrar com precisão os traçados cardiotocográficos durante o exercício 4, fazendo com que a maioria dos estudos seja realizada durante a recuperação (após o exercício).



O conhecimento do estado de saúde da gestante é muito importante para que um programa de exercícios seja iniciado. Por exemplo, existem alguns casos em que a atividade física pode ter uma contra-indicação absoluta, como para as portadoras de diabetes tipo I, em casos de históricos de dois ou mais abortos espontâneos, gravidez múltipla, tabagismo e ingestão excessiva de álcool. As contra-indicações relativas incluem a anemia, histórico de trabalho de parto prematuro, obesidade, diabetes tipo II e condicionamento físico muito abaixo do recomendável (antes da gravidez - sedentarismo) 12. No caso de gestantes saudáveis, há estudos que apóiam a atividade física (leve a moderada) 3, entretanto algumas precauções devem ser tomadas, entre elas: a obtenção de autorização médica e conhecimento das alterações potencialmente perigosas que podem surgir durante o exercício.



Principais diferenças metabólicas e cardiovasculares entre mulher grávida e a não grávida (10):



Débito cardíaco maior em repouso e durante o exercício submáximo nos dois primeiros trimestres. No terceiro trimestre, o débito cardíaco apresenta valores mais baixos e há aumento da possibilidade de hipotensão;



Captação de O2 discretamente maior em repouso e durante o exercício submáximo;



Consumo de O2 no exercício, com suporte de peso, acentuadamente aumentado;



Freqüência cardíaca maior no repouso e no exercício submáximo;



Volume sanguíneo aumentado de 40 a 50%.



Principais efeitos agudos do exercício na gestante (12) (2):



Redução do fluxo sanguíneo para o útero (o sangue é desviado para os músculos ativos), podendo levar à hipóxia fetal (insuficiência de oxigênio). Tal redução está diretamente relacionada à intensidade e duração do exercício;



Hipertermia fetal, a qual consiste em elevação acentuada da temperatura interna da gestante, que geralmente ocorre em exercícios aeróbicos prolongados, ou atividades físicas sob condições de estresse e calor 1;



Redução da disponibilidade de carboidratos para o feto, pois o metabolismo materno passa a utilizar maior quantidade deste substrato, contudo esta afirmação ainda necessita de maior comprovação;



Possibilidade de abortamento durante o primeiro trimestre;



Risco de indução ao trabalho prematuro de parto...


Continue sua leitura em Saúde em Movimento



Termos e Condições | Política de Privacidade
Fonte do texto: Saúde em Movimento
Banco de dados de médicos e clínicas: Doctoralia
Obs.: Se seu nome aparece no nosso cadastro e deseja que o tiremos, favor entrar em contato com support@nsphere.net