Gravidez Campo Grande, Mato Grosso do Sul

Saiba quais são os exercícios físicos recomendados para as gestantes in Campo Grande. A educadora Elke Oliveira descreve os benefícios das atividades regulares. Conforme ela, a atividade física de intensidade leve a moderada é considerada segura e eficiente para a gravidez. Consulte a lista de especialistas da área, em Campo Grande.

Glaci Vieira Dutra
(67) 3384-5752
Rua Espirito Santo 1243
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Ginecologia e Obstetrícia

Dados Divulgados por
Edmundo Jose de Souza
(67) 3382-8931
Rua 13 - de Maio 2286
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Ginecologia e Obstetrícia

Dados Divulgados por
Eloina Brasil Ferreira
(67) 3384-5771
Av Fernando Correa da Costa 1233
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Ginecologia e Obstetrícia

Dados Divulgados por
Alex Cunha Alonso
(67) 3321-2976
Rua Sao Paulo 205
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Mastologia

Dados Divulgados por
Maristela Vargas Peixoto
Rua Oceano Atlantico 245
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Ginecologia e Obstetrícia

Dados Divulgados por
Heber Ferreira de Santana
(67) 3383-4902
Rua 13 - de Junho 651
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Ginecologia e Obstetrícia

Dados Divulgados por
Luciana Reis Vaz de Moura
R Padre Joao Crippa 2553
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Ginecologia e Obstetrícia

Dados Divulgados por
Carlos Alberto Jurgielewicz
(67) 783-4400
Rua Barao do Rio Branco 2588
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Ginecologia e Obstetrícia

Dados Divulgados por
Edson Shigueo Kawanami
(67) 3382-4620
Trav Pepe Simioli 87
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Ginecologia e Obstetrícia

Dados Divulgados por
Faustino e Ratier Serviços Médicos S/S
673-3829
R Marechal Rondon 1636 - Sala 601
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Mastologia

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Gravidez

Fornecido por: 


Autora - Professora Elke Oliveira




Graduada em Educação Física pela Universidade de Brasília.


Pós-graduada em Musculação e Treinamento de Força pela Gama Filho e em Fisiologia do Exercício pela Veiga de Almeida.


Membro do Gease


Coordenadora Academia Malhart


Personal trainer






Vários estudiosos relatam a escassez de trabalhos sobre a eficiência e a segurança da atividade física / esportiva para gestantes, principalmente sobre o bem estar fetal e a circulação uteroplacentária. Em parte, isso se deve à grande dificuldade de registrar com precisão os traçados cardiotocográficos durante o exercício 4, fazendo com que a maioria dos estudos seja realizada durante a recuperação (após o exercício).



O conhecimento do estado de saúde da gestante é muito importante para que um programa de exercícios seja iniciado. Por exemplo, existem alguns casos em que a atividade física pode ter uma contra-indicação absoluta, como para as portadoras de diabetes tipo I, em casos de históricos de dois ou mais abortos espontâneos, gravidez múltipla, tabagismo e ingestão excessiva de álcool. As contra-indicações relativas incluem a anemia, histórico de trabalho de parto prematuro, obesidade, diabetes tipo II e condicionamento físico muito abaixo do recomendável (antes da gravidez - sedentarismo) 12. No caso de gestantes saudáveis, há estudos que apóiam a atividade física (leve a moderada) 3, entretanto algumas precauções devem ser tomadas, entre elas: a obtenção de autorização médica e conhecimento das alterações potencialmente perigosas que podem surgir durante o exercício.



Principais diferenças metabólicas e cardiovasculares entre mulher grávida e a não grávida (10):



Débito cardíaco maior em repouso e durante o exercício submáximo nos dois primeiros trimestres. No terceiro trimestre, o débito cardíaco apresenta valores mais baixos e há aumento da possibilidade de hipotensão;



Captação de O2 discretamente maior em repouso e durante o exercício submáximo;



Consumo de O2 no exercício, com suporte de peso, acentuadamente aumentado;



Freqüência cardíaca maior no repouso e no exercício submáximo;



Volume sanguíneo aumentado de 40 a 50%.



Principais efeitos agudos do exercício na gestante (12) (2):



Redução do fluxo sanguíneo para o útero (o sangue é desviado para os músculos ativos), podendo levar à hipóxia fetal (insuficiência de oxigênio). Tal redução está diretamente relacionada à intensidade e duração do exercício;



Hipertermia fetal, a qual consiste em elevação acentuada da temperatura interna da gestante, que geralmente ocorre em exercícios aeróbicos prolongados, ou atividades físicas sob condições de estresse e calor 1;



Redução da disponibilidade de carboidratos para o feto, pois o metabolismo materno passa a utilizar maior quantidade deste substrato, contudo esta afirmação ainda necessita de maior comprovação;



Possibilidade de abortamento durante o primeiro trimestre;



Risco de indução ao trabalho prematuro de parto...


Continue sua leitura em Saúde em Movimento



Termos e Condições | Política de Privacidade
Fonte do texto: Saúde em Movimento
Banco de dados de médicos e clínicas: Doctoralia
Obs.: Se seu nome aparece no nosso cadastro e deseja que o tiremos, favor entrar em contato com support@nsphere.net