Consultório de Neurologia Luziânia, Goiás

Encontre consultório de neurologia em Luziânia. Conheça os profissionais especializados desta área em sua região, aproveite e leia nossos artigos com tutoriais, dicas e informações relevantes sobre este assunto.

Cilene Angelica Di Silva Ferro
(62) 3524-8743
Av. Contorno Nº 2151 2151 - Área do Terminal Rodoviário Norte
Goiania, Goiás
Especialidade
Medicina do Trabalho

Dados Divulgados por
Gustavo Gabriel Rassi
(62) 3230-1000
Aparecida de Goiania, Goiás
Especialidade
Patologia

Dados Divulgados por
Wanderley Ribeiro Borges de Figueiredo
(62) 3224-0078
Av Oeste 3 - Vitalabor
Goiania, Goiás
Especialidade
Patologia

Dados Divulgados por
Marco Aurelio Borges Barbosa
(62) 3311-9900
Av. Visconde de Taunay 134
Anapolis, Goiás
Especialidade
Medicina de Urgência

Dados Divulgados por
Susana Bernardes da Silva
(62) 3572-9071
Rua 68 70
Goiania, Goiás
Especialidade
Medicina Intensiva

Dados Divulgados por
Fernanda Carneiro Beraldo
623-2816
Al Coronel Joaquim de Bastosº 248
Goiania, Goiás
Especialidade
Nutrologia

Dados Divulgados por
Sergio Andrade de Carvalho
(62) 3223-7311
R 9 130 - Priori Diagnosticos
Goiania, Goiás
Especialidade
Medicina Nuclear

Dados Divulgados por
Luiz Murilo Martins de Araujo
(62) 3221-9000
R 3 - C 63 Lab Padrao
Goiania, Goiás
Especialidade
Patologia

Dados Divulgados por
Jose Antonio Cesar da Silva
(62) 3281-2900
Al Cel Eugenio Jardim 30 - Cen Med Excelsior
Goiania, Goiás
Especialidade
Nutrologia

Dados Divulgados por
Daniel do Prado F Junior
(62) 3541-6022
R 122 - 185 Medicina Estetica
Goiania, Goiás
Especialidade
Nutrologia

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Consultório de Neurologia

Fornecido por: 

Já se sabe que ela reduz drasticamente os ataques de coração e derrames. Agora, há evidências de que uma droga normalmente usada para abaixar os níveis de colesterol no sangue pode também prevenir o Mal de Alzheimer. Os cientistas disseram acreditar que as estatinas, mais conhecidas com os nomes comerciais de Lipitor, Zocor e Pravachol, podem ajudar a retardar a perda de memória.

"Descobrimos que os pacientes que tomam estatinas têm uma redução de 60 a 70 por cento no risco do Mal de Alzheimer," disse dr. Benjamin Wolozin, da Loyola University Medical Center, em Illinois.

Os pesquisadores podem ter considerado que os resultados surpreendentes foram pura sorte, mas um segundo estudo, por uma equipe diferente, chegou à mesma conclusão.

"Isso é algo que pode ter uma ligação importante, um tratamento futuro para Alzheimer," disse Wolozin.

Mais estudos

Os pesquisadores disseram que as novas descobertas fazem todo sentido, uma vez que as evidências indicam, em estudos com animais, que o colesterol contribui para acumular placas amilóides no cérebro, uma característica do Mal de Alzheimer.

Embora as estatinas sejam consideradas seguras e com poucos efeitos colaterais, os pesquisadores afirmaram que seria prematuro começar a usá-las para prevenir a demência ou tratar a Alzheimer.

Ainda está em andamento o primeiro estudo nos Estados Unidos destinado a apurar se o Lipitor tem resultados efetivos no tratamento da doença.

"Estamos tentando retardar a progressão da doença, com base na premissa de que há uma ligação estreita entre colesterol e a toxina do Alzheimer, amilóide beta," disse Larry Sparks, do Sun Health Research Institute, no Arizona.

Pesquisadores europeus estão estudando os efeitos do pravachol em quase 6.000 idosos que se encontram sob risco tanto de doenças cardiovasculares como do Mal de Alzheimer.

"O objetivo desse estudo é mostrar que o uso de Pravastitin para reduzir se...

Clique aqui para ler este artigo em Saude em Movimento

Termos e Condições | Política de Privacidade
Fonte do texto: Saúde em Movimento
Banco de dados de médicos e clínicas: Doctoralia
Obs.: Se seu nome aparece no nosso cadastro e deseja que o tiremos, favor entrar em contato com support@nsphere.net