Consultório de Psicoterapia Campo Grande, Mato Grosso do Sul

Encontre consultório de psicoterapia em Campo Grande. Conheça os profissionais especializados desta área em sua região, aproveite e leia nossos artigos com tutoriais, dicas e informações relevantes sobre este assunto.

Andrade, Denisval P
(67) 3324-4920
r Antônio Corrêa, 319 lt 10, Jardim Monte Líbano
Campo Grande, Mato Grosso do Sul

Dados Divulgados por
Centro Psicológico de Controle do Stress
(67) 3383-0199
av dos Estados, 112, Jardim dos Estados
Campo Grande, Mato Grosso do Sul

Dados Divulgados por
Ismape - Apoio Psicológico e Educacional
(67) 3382-6748
r Arthur Jorge, 1048 Sl 2
Campo Grande, Mato Grosso do Sul

Dados Divulgados por
Arruda, Ângelo M V
(67) 3383-2307
r Eduardo Santos Pereira, 1659 s 5, Jardim dos Estados
Campo Grande, Mato Grosso do Sul

Dados Divulgados por
Clínica de Psicologia e Fonoaudiologia
(67) 3324-6026
av Mato Grosso, 358, Centro
Campo Grande, Mato Grosso do Sul

Dados Divulgados por
Clínica de Psicologia Merege
(67) 3384-3907
r 25 de Dezembro, 476 s 4, Centro
Campo Grande, Mato Grosso do Sul

Dados Divulgados por
CIDAPP-Centro Integrado de Desenvolvimento e Pesquisa em Psicologia
(67) 3324-9599
r Sebastião Lima, 1143, Jardim Monte Líbano
Campo Grande, Mato Grosso do Sul

Dados Divulgados por
Clínica de Psicologia Mendes
(67) 9249-3434
r Eduardo Santos Pereira, 295, Centro
Campo Grande, Mato Grosso do Sul

Dados Divulgados por
Adauto Furlanetti
(67) 9264-4869
r Eduardo Santos Pereira, 295 1º Andar, Sala 2
Campo Grande, Mato Grosso do Sul

Dados Divulgados por
Clínica de Psicologia Andrea Lacet, Dra
(67) 3321-8077
r Rio Grande Sul, 1530, Jardim dos Estados
Campo Grande, Mato Grosso do Sul

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Consultório de Psicoterapia

Fornecido por: 

A modernidade trouxe mais tecnologia, informação e conforto. E também mais trabalho e uma carga de estresse que pode se tornar muito pesada. “A pessoa pode perder a administração da própria vida. Nesses casos, a psicoterapia ajuda muito”, afirma o professor Ileno Izídio da Costa, coordenador de Atendimento e Estudos Psicológicos da UnB. 
 
O professor ministrou a conferência Por que e para que psicoterapia na última sexta-feira, 25 de setembro. Ileno explicou que a Psicologia colabora para que as pessoas vivam de forma mais saudável. Segundo ele, superar problemas como medo, angústia e ansiedade são alguns dos grandes desafios da vida moderna. “Engana-se quem pensa que a psicoterapia é só para tratar de quem tem pânico, depressões profundas ou fobias”, esclarece.

A efetividade da psicoterapia é avaliada desde 1930. Estudos mostram que cerca de 75% das pessoas que se submetem ao tratamento apresentam melhora. No entanto, outras pesquisas comprovam que aproximadamente 5% a 10% das pessoas pioram ao longo das sessões. Segundo o professor Ileno , esse é um indício de que é preciso regulamentação e fiscalização dos órgãos de classe, do Estado e da legislação. “Eu sempre digo aos meus alunos para pensarem em ética o dia inteiro e se possível sonharem com ela”, afirma.

Profissional 

No Brasil, existem 350 cursos de Psicologia e 250 métodos de psicoterapia. A dificuldade em encontrar um profissional sério é um problema para os pacientes. Das 250 formas para se aplicar a psicoterapia, muitas não são reconhecidas pela Psicologia ou estão em fase de reconhecimento. A técnica da regressão e terapias holísticas (cromoterapia, terapia com florais e outras) são exemplos de procedimentos que a Psicologia não aceita.

Além das técnicas não reconhecidas, o cliente deve tomar cuidado com profissionais que atendem a diversas especialidades. “É comum ver colegas de profissão com uma placa na porta do consultório: terapia para casais, crianças, adolescentes e por aí vai. Isso é um perigo, porque as pessoas correm o sério risco de iniciar um tratamento não efetivo”, explica o psicólogo.

Outra armadilha são os tratamentos de longa duração. Quem não conhece alguém que faça terapia há mais de dez anos? O professor defende que qualquer pessoa pode fazer psicoterapia para se conhecer melhor, mas alerta que o tratamento deve ter início, meio e fim. “Quando o problema não existe mais, o tratamento funcionou...

Clique aqui para ler este artigo em Saude em Movimento

Termos e Condições | Política de Privacidade
Fonte do texto: Saúde em Movimento
Banco de dados de médicos e clínicas: Doctoralia
Obs.: Se seu nome aparece no nosso cadastro e deseja que o tiremos, favor entrar em contato com support@nsphere.net