Dentística Restauradora Cuiabá, Mato Grosso

Encontre dentística restauradora em Cuiabá. Conheça os profissionais especializados desta área em sua região, aproveite e leia nossos artigos com tutoriais, dicas e informações relevantes sobre este assunto.

Luciano Eloi Santos
(31) 3224-6424
Av Afonso Pena 748 s 1707
Cuiaba, Mato Grosso
Especialidade
Odontologia

Dados Divulgados por
Osni Franz Júnior
(48) 3263-6542
Rua 13 de Novembro 120
Cuiaba, Mato Grosso
Especialidade
Odontologia

Dados Divulgados por
Henrique Duque de Miranda Chaves Filho
(31) 3891-1290
Rua Benjamin Araújo 56 s 509
Cuiaba, Mato Grosso
Especialidade
Odontologia

Dados Divulgados por
Josélio Pinto Barbosa Furtado
(33) 3344-1833
Av Natal Rodrigues Pereira 348 sl 2
Cuiaba, Mato Grosso
Especialidade
Odontologia

Dados Divulgados por
Sérgio Ricardo Florentino de Souza
Rua Cap Manoel Miranda 777
Cuiaba, Mato Grosso
Especialidade
Odontologia

Dados Divulgados por
João Carlos de Assis Moya
(61) 3273-3762
CLN 305 Bl D s/n s 207
Cuiaba, Mato Grosso
Especialidade
Odontologia

Dados Divulgados por
Nilton Carvalho Souza
(61) 3242-1695
SEPS 705/905 s/n bl B s 220
Cuiaba, Mato Grosso
Especialidade
Odontologia

Dados Divulgados por
Gilvan Tramonte Guimarães dos Santos
(35) 3735-1091
Rua Dr Barros Cobra 28
Cuiaba, Mato Grosso
Especialidade
Odontologia

Dados Divulgados por
William F Domingues
(31) 3831-6195
Av João Pinheiro 516 s 11
Cuiaba, Mato Grosso
Especialidade
Odontologia

Dados Divulgados por
Hamilton França
(61) 3345-7913
SHLS Cj B s/n bl F s 510
Cuiaba, Mato Grosso
Especialidade
Odontologia

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Dentística Restauradora

Fornecido por: 

Invariavelmente, ela começa com um bombom a mais ali ou com a falta de escovação adequada. Tais situações se repetem até que um pequeno orifício surge no dente. No início da cárie, a dor aparece apenas com o sorvete gelado ou a sopa quentinha. Mas, assim que ela atinge a polpa dentária, uma dor muitas vezes insuportável toma conta da pessoa. Seja por falta de recursos financeiros ou até mesmo por medo do tratamento, o fato é que é enorme a chance de uma situação como essa terminar com a extração do dente dolorido. Não é à toa que o Brasil tem, segundo estatísticas, 30 milhões de desdentados.

Para enfrentar a perda dentária – um dos maiores problemas de saúde bucal do país –, o doutorando Sergio Tadeu Bernatavicius, do Laboratório de Biomateriais da Faculdade de Engenharia Mecânica (FEM), debruçou-se sobre a possibilidade da criação de algo que substituísse o caro e complexo tratamento de canal. Sua idéia era aplicar sobre a polpa do dente afetado um material que não causasse a morte do tecido vivo contaminado, não causasse dor nem infecção e ainda estimulasse a produção de um tecido duro chamado dentina. Microesferas de PLLA (Poli L-ácido-lático) foram a resposta encontrada a esse problema.

Bernatavicius conta que até os dias atuais, uma pessoa com um dente cavitado (termo técnico que significa corroído) até a polpa pela cárie, tinha duas opções: submeter-se ao tratamento de canal ou ter o dente extraído. Ocorre que tratar o canal “mata” esse dente, pois todo o tecido vivo contaminado é retirado durante o procedimento. “O surgimento de uma futura cárie nesse dente, tanto entre ele e seus vizinhos como abaixo da gengiva, faz com que o paciente não sinta dor até o momento em que nada mais pode ser feito além da exodontia (extração do dente). Dor é uma coisa horrível, mas é ela quem nos indica que algo está errado”, relata Bernatavicius.

Ao invés de acabar com a vitalidade do dente ao tratar seu canal, as microesferas de PLLA são um polímero que, aplicado sobre a polpa dentária, degradam-se e liberam no organismo uma determinada substância de modo controlado. No seu trabalho de dissertação de mestrado defendido em 2004, Bernatavicius associou ao PLLA antiinflamatório e antibiótico para controlar possível dor ou infecção, dois eventos muito comuns quando se aplica algum material s...

Clique aqui para ler este artigo em Saude em Movimento

Termos e Condições | Política de Privacidade
Fonte do texto: Saúde em Movimento
Banco de dados de médicos e clínicas: Doctoralia
Obs.: Se seu nome aparece no nosso cadastro e deseja que o tiremos, favor entrar em contato com support@nsphere.net