Alergia Abaetetuba, Pará

Saiba quais são os principais causadores de alergias e como controlar a reação desencadeada por eles. Confira uma tabela com a descrição resumida desses agentes alérgicos e entenda as formas de diagnosticar o problema. O autor recomenda os procedimentos pa Consulte a lista de especialistas da área, em Abaetetuba.

Bruno Acatauassu Paes Barreto
(91) 3242-5260
Rua dos Mundurucus 3100 - 2101
Belem, Pará
Especialidade
Alergia e Imunologia

Dados Divulgados por
Suely de Assis Carvalho
(91) 3242-4829
Rua Boaventura da Silva 959 - Entre Generalíssimo e 14 de Março
Belem, Pará
Especialidade
Alergia e Imunologia

Dados Divulgados por
Irma Cecilia Douglas Gomez
(91) 3249-2317
Tv 03 - de Maio 1787
Belem, Pará
Especialidade
Alergia e Imunologia

Dados Divulgados por
Alvina Sebastiana Correa Araújo
(913) 751-1145
av Pedro Rodrigues, 424
Abaetetuba, Pará
 
José Manoel Marques Rodrigues Brandão
(913) 751-1985
r Siqueira Mendes, 1675
Abaetetuba, Pará
 
Lucia Maria Jasse Santos
913-2251
Av Generalissimo Deodoro 868
Belem, Pará
Especialidade
Alergia e Imunologia

Dados Divulgados por
Elias David Dahan
(91) 241-1521
Tv 1 - º de Marco 850
Belem, Pará
Especialidade
Alergia e Imunologia

Dados Divulgados por
Antonio Carlos Lobao
913-2233
Tv Doutor Moraes 82
Belem, Pará
Especialidade
Alergia e Imunologia

Dados Divulgados por
Elton Gonçalves Bensaba
(913) 751-2155
r BR Branco, 1462
Abaetetuba, Pará
 
Lions Clube Abaetetuba
(913) 751-1227
tr Sertão, 1175
Abaetetuba, Pará
 
Dados Divulgados por

Alergia

Fornecido por: 

As reações alérgicas ocorrem em cerca de 20% da população mundial ou brasileira e são devido a uma predisposição genética pré determinada e chamada de predisposição atópica, ou seja, estas pessoas têm uma tendência a reagir de uma maneira muito mais intensa,chamada de hiperreação à determinadas substâncias que invadem ou penetram no organismo e que são estranhas a ele. Estas substâncias podem penetrar por via oral,respiratória ou injetável e provocam um estímulo do sistema imunitário que reage fabricando uma imunoglobulina chamada IgE, capaz de se ligar a substância invasora mas também capaz de se ligar a células do organismo chamadas de mastócitos ou basófilos.



Quando ocorre uma invasão pela segunda vez ou outras vezes a substância pode se ligar a IgE já ligada aos mastócitos ou basófilos e aí causar uma reação que fará com que estas células se rompam e liberem produtos intracelulares nos tecidos ao redor e provocam então as reações alérgicas.



Estas reações são caracterizadas por prurido, edema, vasodilatação e constrição de músculos lisos. Secundariamente aparece também uma inflamação imunológica devido a migração de outras células para o local, principalmente eosinófilos, linfócitos,monócitos e plaquetas que tendem a manter a reação alérgica por muito mais tempo...

Continue sua leitura em Saúde e Movimento

Termos e Condições | Política de Privacidade
Fonte do texto: Saúde em Movimento
Banco de dados de médicos e clínicas: Doctoralia
Obs.: Se seu nome aparece no nosso cadastro e deseja que o tiremos, favor entrar em contato com support@nsphere.net