Dengue Mogi das Cruzes, São Paulo

Conheça a história do surgimento da dengue. Entenda os detalhes sobre a disseminação dessa doença. Confira também as formas de prevenção e tratamento, além de outros importantes dados sobre essa patologia. Consulte a lista de especialistas da área, em Mogi das Cruzes.

Valdi Garbulho
(14) 622-2290
Rua Visconde do Rio Branco 1248
Jau, São Paulo
Especialidade
Infectologia

Dados Divulgados por
Roberta Sperl Moreno
(11) 3221-9561
Rua Sergipe 122
Sorocaba, São Paulo
Especialidade
Infectologia

Dados Divulgados por
Adriana Pedroso Augusto da Costa
(13) 3284-8246
R Av. Ana Costa 464 - Cj. 35
Santos, São Paulo
Especialidade
Infectologia

Dados Divulgados por
Vicente Amato Neto
3256-2389
Rua Mato Grosso306 - conj.612
São Paulo, São Paulo
Especialidade
Infectologia

Dados Divulgados por
Jose Wilson Zangirolami
Av. Washington Luiz 1535
Presidente Prudente, São Paulo
Especialidade
Infectologia

Dados Divulgados por
Marta Brandi Carneiro Goncalves
Rua Domiciano Santana 1269
Avare, São Paulo
Especialidade
Infectologia

Dados Divulgados por
Cilas Tavares Costa
(18) 3324-3436
R Doutor Adalberto de Assis Nazareth 1086
Assis, São Paulo
Especialidade
Infectologia

Dados Divulgados por
Maria Beatriz Gandra de Souza Dias
(11) 3255-5999
Rua Dona Adma Jafet 50 - Cj 54
São Paulo, São Paulo
Especialidade
Infectologia

Dados Divulgados por
Celso Nakagawa
(15) 3233-5583
Rua Salvador Correa 413
Sorocaba, São Paulo
Especialidade
Infectologia

Dados Divulgados por
Rosana Del Bianco
Rua Groelandia 68
São Paulo, São Paulo
Especialidade
Infectologia

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Dengue

Fornecido por: 

O Mosquito



O Aedes aegypti pertence à família Culicidae, a qual apresenta duas fases ecológicas interdependentes: a aquática, que inclui três etapas de desenvolvimento – ovo, larva e pupa -, e a terrestre, que corresponde ao mosquito adulto.



A duração do ciclo de vida, em condições favoráveis, é de aproximadamente 10 dias, a partir da oviposição até a idade adulta. Diversos fatores influem na duração desse período, entre eles a temperatura e a oferta de alimentos.



OVO – Os ovos são depositados pela fêmeas acima de meio líquido à superfície da água, ficando aderidos à parede interna dos recipientes. Após a postura tem início o período de incubação, que em condições favoráveis dura 2 a 3 dias, quando estarão prontos para eclodir.



A resistência à dessecação aumenta conforme os ovos ficam mais velhos, ou seja, a resistência aumenta quanto mais próximos estiverem do final de desenvolvimento embionário. Este completo, eles podem se manter viáveis por 6 a 8 meses. A fase de ovo é a de maior resistência de seu biociclo.



LARVA – As larvas são providas de grande mobilidade e têm como funçào primária o crescimento. Passam a maior pare do tempo alimentando-se de substâncias orgânicas, bactérias, fungos e protozoários existentes na água. Não selecionam alimentos, o que facilita a ação dos larvicidas, bem como não toleram elevadas concentrações de matéria orgânica na água.



A duração da fase larval, em condições favoráveis de temperatura (25 a 29º C) e de boa oferta de alimentos, é de 5 a 10 dias, podendo se prolongar por algumas semanas em ambiente adequado.



PUPA – A pupa não se alimenta, apenas respira e é dotada de boa mobilidade. Raramente é afetada por ação de larvicida. A duração da fase pupal, em condições favoráveis de temperatura é de 2 dias em média...


Continue sua leitura em Saúde e Movimento



Termos e Condições | Política de Privacidade
Fonte do texto: Saúde em Movimento
Banco de dados de médicos e clínicas: Doctoralia
Obs.: Se seu nome aparece no nosso cadastro e deseja que o tiremos, favor entrar em contato com support@nsphere.net