Dengue São Paulo, São Paulo

Conheça a história do surgimento da dengue. Entenda os detalhes sobre a disseminação dessa doença. Confira também as formas de prevenção e tratamento, além de outros importantes dados sobre essa patologia. Consulte a lista de especialistas da área, em São Paulo.

Marilia Sallum Bull
Rua Mauro 323
São Paulo, São Paulo
Especialidade
Infectologia

Dados Divulgados por
Antonio Marmo Miziara
(11) 3259-2452
Av. Angélica 2100 - Cj. 44
São Paulo, São Paulo
Especialidade
Infectologia

Dados Divulgados por
Helio de Vasconcelos Lopes
(11) 3887-6392
Av Brig Luis Antonio 4178
São Paulo, São Paulo
Especialidade
Infectologia

Dados Divulgados por
Liliana Teresinha Martucci Lara
116-2210
Gen. Ataliba Leonel 93 - Cj. 38
São Paulo, São Paulo
Especialidade
Infectologia

Dados Divulgados por
Vicente Amato Neto
3256-2389
Rua Mato Grosso306 - conj.612
São Paulo, São Paulo
Especialidade
Infectologia

Dados Divulgados por
Eduardo Ronner Lagonegro
(11) 3285-2746
Av. Paulista 575 - Conj. 1208
São Paulo, São Paulo
Especialidade
Infectologia

Dados Divulgados por
Luiz Carlos Buchalla
115-5736
R Vergueiro 2087 - Conjunto 1504
São Paulo, São Paulo
Especialidade
Infectologia

Dados Divulgados por
Fabio Franco
Av. Angelica 916 - Cj. 802 8º Andar
São Paulo, São Paulo
Especialidade
Infectologia

Dados Divulgados por
Anderson Jose Dias da Silva
(11) 2589-0373
Rua Alfredo Pujol 177 - Sala 1
São Paulo, São Paulo
Especialidade
Infectologia

Dados Divulgados por
Lidia Aiko Hamamoto
Av. Reboucas 1104 - Cj. 22
São Paulo, São Paulo
Especialidade
Infectologia

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Dengue

Fornecido por: 

O Mosquito



O Aedes aegypti pertence à família Culicidae, a qual apresenta duas fases ecológicas interdependentes: a aquática, que inclui três etapas de desenvolvimento – ovo, larva e pupa -, e a terrestre, que corresponde ao mosquito adulto.



A duração do ciclo de vida, em condições favoráveis, é de aproximadamente 10 dias, a partir da oviposição até a idade adulta. Diversos fatores influem na duração desse período, entre eles a temperatura e a oferta de alimentos.



OVO – Os ovos são depositados pela fêmeas acima de meio líquido à superfície da água, ficando aderidos à parede interna dos recipientes. Após a postura tem início o período de incubação, que em condições favoráveis dura 2 a 3 dias, quando estarão prontos para eclodir.



A resistência à dessecação aumenta conforme os ovos ficam mais velhos, ou seja, a resistência aumenta quanto mais próximos estiverem do final de desenvolvimento embionário. Este completo, eles podem se manter viáveis por 6 a 8 meses. A fase de ovo é a de maior resistência de seu biociclo.



LARVA – As larvas são providas de grande mobilidade e têm como funçào primária o crescimento. Passam a maior pare do tempo alimentando-se de substâncias orgânicas, bactérias, fungos e protozoários existentes na água. Não selecionam alimentos, o que facilita a ação dos larvicidas, bem como não toleram elevadas concentrações de matéria orgânica na água.



A duração da fase larval, em condições favoráveis de temperatura (25 a 29º C) e de boa oferta de alimentos, é de 5 a 10 dias, podendo se prolongar por algumas semanas em ambiente adequado.



PUPA – A pupa não se alimenta, apenas respira e é dotada de boa mobilidade. Raramente é afetada por ação de larvicida. A duração da fase pupal, em condições favoráveis de temperatura é de 2 dias em média...


Continue sua leitura em Saúde e Movimento



Termos e Condições | Política de Privacidade
Fonte do texto: Saúde em Movimento
Banco de dados de médicos e clínicas: Doctoralia
Obs.: Se seu nome aparece no nosso cadastro e deseja que o tiremos, favor entrar em contato com support@nsphere.net