Farmácias Homeopáticas Boa Vista, Roraima

Encontre farmácias homepáticas em Boa Vista. Conheça os profissionais especializados desta área em sua região, aproveite e leia nossos artigos com tutoriais, dicas e informações relevantes sobre este assunto.

Pharmacia Galenica
(95) 224-9169
av Getulio Vargas, 207, Centro
Boa Vista, Roraima
 
Drogaria Nossa Senhora Nazaré
(95) 625-4527
r Mario Homem de Melo, 3478, Nova Canaã
Boa Vista, Roraima
 
Drogaria Megafarma Disk Entrega
(95) 224-0252
av Capitão Julio Bezerra, 1225, Centro
Boa Vista, Roraima
 
Drogaria Lord
(95) 224-1477
av Nossa Senhora da Consolata, 652, e, Centro
Boa Vista, Roraima
 
Valdomiro Kotinski
(95) 224-2411
av Ville Roy, 537, e, Centro
Boa Vista, Roraima
 
Sandra Maria Magalhães Silva
(95) 224-2657
r Alfredo Cruz, 682, Centro
Boa Vista, Roraima
 
Drogaria Popular 3
(95) 625-1869
r 142, 4782
Boa Vista, Roraima
 
Drogaminas
(95) 626-2341
r Francisco Custódio de Andrade, 10521, Asa Branca
Boa Vista, Roraima
 
Drogaminas
(95) 224-5084
pc Santos Dumont, 1342, Mecejana
Boa Vista, Roraima
 
Drogaria Freire
(95) 623-9047
av Sebastião Diniz W, 131, w
Boa Vista, Roraima
 

Farmácias Homeopáticas

Fornecido por: 

Pesquisadoras da Faculdade de Engenharia de Alimentos (FEA) da Unicamp desenvolveram um novo processo para a obtenção de um extrato concentrado de própolis verde, resultando em um produto com mais flavonóides e compostos fenólicos do que os extratos convencionais. A professora Miriam Hubinger coordenou a pesquisa realizada no âmbito do mestrado da engenheira de alimentos Beatriz Mello, formada na Unicamp. O resultado, inédito, levou a um depósito de patente junto ao Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) realizado pela Agência de Inovação Inova Unicamp.

O processo utilizado é o de nanofiltração a partir de membranas. “Sabíamos que a própolis é um produto muito rico em propriedades medicinais. Aliado a isso conhecíamos a tecnologia de concentração por membranas, um processo novo, mas que já é utilizado amplamente em outras áreas. Pensamos então em aliar a tecnologia de membranas a este produto, que é muito rico, e tentar obter um produto de qualidade ainda melhor”, explica Beatriz. Como resultado, obteve-se um produto concentrado rico em compostos funcionais com ampla aplicabilidade para as indústrias de nutrição, alimentos, farmacêutica e de saúde e cosméticos.

A engenheira comenta que atualmente o produto mais encontrado advindo da própolis é o extrato alcoólico, que apresenta algumas restrições em função da presença do álcool na substância. “Dependendo da aplicação, pode ocorrer alguma reação e isso não é desejável. Então, a idéia foi retirar este solvente para que o extrato pudesse ser aplicado em mais áreas”, coloca.

No trabalho foram usadas duas substâncias como solvente – água e álcool.

Os extratos de própolis usados apresentaram 20% de própolis e 80% de solvente, que, de acordo com as pesquisadoras, é a concentração mais usada pelas indústrias que produzem este tipo de material. Depois de pronto o extrato, as pesquisadoras o passam pelo processo de membrana para manter somente os compostos que interessavam. Com um tanque de alimentação, a solução foi enviada sob pressão através da tubulação para passar pela membrana. O processo é chamado de filtração tangencial, porque ele trabalha em corrente com a membrana. Esta parte experimental do desenvolvimento foi realizada na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), em Florianópolis.

Beatriz explica que este processo apresenta algumas vantagens, entre os quais men...

Clique aqui para ler este artigo em Saude em Movimento

Termos e Condições | Política de Privacidade
Fonte do texto: Saúde em Movimento
Banco de dados de médicos e clínicas: Doctoralia
Obs.: Se seu nome aparece no nosso cadastro e deseja que o tiremos, favor entrar em contato com support@nsphere.net