Fisioterapia Rio Branco, Acre

Encontre fisioterapeutas em Rio Branco. Conheça os profissionais especializados desta área em sua região, aproveite e leia nossos artigos com tutoriais, dicas e informações relevantes sobre este assunto.

Gilcilene de Souza Almada Pereira de Araujo
R Rua Dom Bosco 573
Rio Branco, Acre
Especialidade
Nutrologia

Dados Divulgados por
Clinisaúde
(68) 3223-4054
r Mal Deodoro,690 Capoeira
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Clini Parque
(68) 3224-1077
Tv Campo do Rio Branco, 313 Capoeira
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Med Medicina Diagnóstico
(68) 3223-3705
av Getúlio Vargas, 1940 Bosque
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Clínica Centrocor
(68) 3223-5193
r Alvorada, 54 Bosque
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Antonio Lisboa Carneiro Braga
(68) 3223-9023
Rua Alvorada 178 - Centro Médico/Sala 08
Rio Branco, Acre
Especialidade
Medicina do Trabalho

Dados Divulgados por
Consultório Médico
(68) 3222-7170
r Epaminondas Jacome, 178 Cadeia Velha
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Centro Acreano de Pesquisa e Assistência Integrada
(68) 3223-5588
r Goldwasser Santos, 31 Bosque
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Clínica Santa Lúcia
(68) 3224-8057
av Getúlio Vargas, 1919 s 2 Bosque
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Clinicas Reuniodas
(68) 3223-6008
r José Melo, 107 Q.107 sL.80 Bosque
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Fisioterapia

Fornecido por: 

O Grupo de Pesquisa em Ergonomia do Departamento de Enfermagem da Faculdade de Ciências Médicas (FCM) da Unicamp, com o apoio da Pós-Graduação em Enfermagem, no próprio departamento, a palestra “Utilizando métodos audiovisuais em pesquisas sobre prevenção de lesões em saúde”. O convidado foi o fisioterapeuta e pós-doutorando em Enfermagem da Universidade de Alberta, Canadá, Edgar Ramos Vieira.

De acordo com Vieira, metalúrgicos e enfermeiros são as duas categorias profissionais que correm mais risco de desenvolver lombalgia. Os fatores podem ser genéticos, morfológicos, psicossociais ou biomecânicos, dos quais a postura, a força, a amplitude de movimentos e as repetições são os grandes vilões. O uso da fotometria e do vídeo narrativo são fortes aliados na redução dos riscos de lesões crônicas e agudas que representam a maioria dos afastamentos desses profissionais. “O trabalho deve ser adaptado ao trabalhador e não o contrário”, comentou Vieira.

Pela fotometria, pode-se avaliar a lordose ou a cifose dos enfermeiros ao transportar pacientes bariátricos ou de UTI. O vídeo narrativo mostra, quadro a quadro, o esforço e a repetição de ações que podem lesionar as fibras musculares. O vídeo narrativo também pode ser usado como método participativo, no qual os funcionários sugerem ações para a prevenção de lesões por esforços repetitivos (LER) e distúrbios osteomusculares relacionados ao trabalho (DORT). “Existem expectativas falsas quando se usa o termo prevenção para essas doenças. Na verdade, o que ocorre é a redução de risco, pois não é somente o peso que deve ser levado em consideração”, disse Vieira.

Para o especialista, o barulho, a iluminação, a ergonomia de mesas e cadeiras, o reconhecimento, a satisfação e outros fatores também devem analisados. A luz de uma janela refletida no monitor do computador pode levar o trabalhador a adotar uma postura inadequada,...

Clique aqui para ler este artigo em Saude em Movimento

Termos e Condições | Política de Privacidade
Fonte do texto: Saúde em Movimento
Banco de dados de médicos e clínicas: Doctoralia
Obs.: Se seu nome aparece no nosso cadastro e deseja que o tiremos, favor entrar em contato com support@nsphere.net