Laboratório de Análises de DNA São Leopoldo, Rio Grande do Sul

Encontre laboratório de análises de DNA em São Leopoldo. Conheça os profissionais especializados desta área em sua região, aproveite e leia nossos artigos com tutoriais, dicas e informações relevantes sobre este assunto.

Edgar Thorell
513-5921
R Bento Goncalves 806 - Sl. 503
Sao Leopoldo, Rio Grande do Sul
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Maximo Mario Bulla
(51) 592-6600
Conceicao 679
Sao Leopoldo, Rio Grande do Sul
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Hermenegildo de Assis Brasil Carvalho
(51) 3592-6093
Rua Independencia 181 - Sl. 503
Sao Leopoldo, Rio Grande do Sul
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Gilmar Antonio Tolotti
(49) 3442-4903
Rua Getulio Vargas 500 - Sala 201
Concordia, Santa Catarina
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Giovani Machado de Oliveira
(51) 592-5040
Rua Primeiro de Marco 113 - Sl 304
Sao Leopoldo, Rio Grande do Sul
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Jane Raquel Linn
(51) 592-9571
Bento Goncalves 674
Sao Leopoldo, Rio Grande do Sul
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Maria Ines Plentz
(51) 592-4542
R Primeiro de Marco 113 - Sl. 805
Sao Leopoldo, Rio Grande do Sul
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Luis Claudio Fronza
(47) 3521-1349
Rua Humaita 19 - 2 Andar
Rio Do Sul, Santa Catarina
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Joao Carlos Vieira Benjamin
(51) 592-1710
R Osvaldo Aranha 520
Sao Leopoldo, Rio Grande do Sul
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Fernanda Etcheverry Almeida Silva
(53) 3225-3862
Quinze Deovembro 771 - 101
Pelotas, Rio Grande do Sul
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Laboratório de Análises de DNA

Fornecido por: 

Muitos homens podem estar criando filhos de outros homens, sem saberem disso, de acordo com pesquisadores da Universidade John Moores, de Liverpool, na Inglaterra, que estudaram a "Discrepância Paterna".

Os cientistas revisaram mais de 50 anos de produção científica deste tema e constataram que as afirmações variavam muito. Os estudos estadunidenses e europeus, dizem que quando um homem suspeita não ser pai de seu filho, ele está certo em 30% dos casos.

Entretanto, quando o pai não desconfiava e o teste de DNA foi feito, as taxas eram consideravelmente menores, cerca de menos de 4% dos filhos eram de outros pais.

Todavia, essas estatísticas devem crescer muito, com a popularização dos exames de DNA. É bom lembrar, que nem sempre esses casos de discrepância paterna, são provenientes da infidelidade. Eles podem acontecer em uma troca de parceiros sem traição ou na pior das hipóteses, um erro na inseminação artificial. Por isso, será preciso aumentar os serviços de apoio psicológico às famílias afetadas.

Texto: Cassiano Sampaio
Fonte: Redação Saúde em Movimento com informações do Journal of Epidemiology and Community Health.

Data da Publicação: 11/08/2005

Clique aqui para ler este artigo em Saude em Movimento

Termos e Condições | Política de Privacidade
Fonte do texto: Saúde em Movimento
Banco de dados de médicos e clínicas: Doctoralia
Obs.: Se seu nome aparece no nosso cadastro e deseja que o tiremos, favor entrar em contato com support@nsphere.net