Laboratórios Alegrete, Rio Grande do Sul

Encontre laboratórios em Alegrete. Conheça os profissionais especializados desta área em sua região, aproveite e leia nossos artigos com tutoriais, dicas e informações relevantes sobre este assunto.

Homero Neto de Cunha e Agra
(51) 3715-1039
Marechal Deodoro 1015 - 405
Santa Cruz Do Sul, Rio Grande do Sul
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Raul Rego Lau
(51) 371-4481
Rua Fialho de Vargas 204
Lajeado, Rio Grande do Sul
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Simon Werner Schweigert
(53) 3232-9600
R. 19 - de Fevereiro 558
Rio Grande, Rio Grande do Sul
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Luciano Annerl
(51) 473-0736
Ferroviariosdos 119 - 804
Esteio, Rio Grande do Sul
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Pitagoras Pinto Scipioni
(54) 311-6299
Rua Coronel Chicuta 78 - a
Passo Fundo, Rio Grande do Sul
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Nerci Roque Forigo
(55) 3513-1595
Rua Dom Pedro I 244
Santa Rosa, Rio Grande do Sul
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Roberto Tussi
(54) 3311-7249
R Teixeira Soares 879 - Sl. 604
Passo Fundo, Rio Grande do Sul
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Edson Ubirata Rodrigues Ferreira
(51) 488-5466
Benjamin Constant 169
Gravatai, Rio Grande do Sul
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Carmen Suzana Porto Veronese
(51) 3485-3307
Isabel Bastos 138
Viamao, Rio Grande do Sul
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Moises Eli Magrisso
514-9770
R Alexandrino de Alencar 1530
Gravatai, Rio Grande do Sul
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Laboratórios

Fornecido por: 

Médicos britânicos desenvolveram um novo tipo de exame que pode diagnosticar mais cedo o risco de um ataque cardíaco.
O exame permite que os pacientes recebam tratamento adequado num estágio inicial do processo, evitando a ocorrência de enfartes. 

Além de evitar internações desnecessárias, o novo diagnóstico possibilita também uma melhor avaliação dos estragos causados por um enfarte, permitindo que o paciente receba alta mais cedo.

Atualmente, para avaliar os riscos de um enfarte, os médicos fazem eletrocardiogramas a cada oito horas, acompanhados por exames de sangue, nos quais são analisados os elementos químicos produzidos pelo coração.

Novo exame

O novo exame também utiliza os eletros, mas os testes são feitos por um computador a cada 30 segundos, monitorando constantemente a atividade elétrica do coração. Os exames de sangue associados também são feitos com maior freqüência e portanto fornecem resultados mais atualizados.

Um porta-voz da Fundação Britânica do Coração comentou o novo exame: "O estudo, que foi meticulosamente conduzido, mostra que é possível salvar vidas além de utilizar de modo mais eficaz os recursos hospitalares evitar internações desnecessárias e conceder altas mais cedo."

"Os pacientes podem saber de imediato se estão sofrendo de algum problema cardíaco", acrescentou.

Os números atuais mostram que 4% das pessoas que são atendidas no departamento de emergência dos hospi...

Clique aqui para ler este artigo em Saude em Movimento

Termos e Condições | Política de Privacidade
Fonte do texto: Saúde em Movimento
Banco de dados de médicos e clínicas: Doctoralia
Obs.: Se seu nome aparece no nosso cadastro e deseja que o tiremos, favor entrar em contato com support@nsphere.net