Laboratórios Campo Grande, Mato Grosso do Sul

Encontre laboratórios em Campo Grande. Conheça os profissionais especializados desta área em sua região, aproveite e leia nossos artigos com tutoriais, dicas e informações relevantes sobre este assunto.

Erlon Klein
(67) 3025-1571
Rua São Paulo 919
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Carmen Sandra Mequi
673-0296
Rua Barao do Rio Branco 1550
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Evandro Veiller Ferrari
(67) 3382-7095
Rua Xv Deovembro 1311
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Fernando Bernardo
(67) 3383-3552
Av.Fernando Correa da Costa 1233
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Wagner Luiz Vinholi
(67) 3382-3148
R 26 - de Agosto 1700
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Tsutomu Fukuchi
(67) 3326-1935
Rua Roncador 850
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
James Camara Andrade
3324-2061
Rua Sao Paulo 68
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Jaime Yoshinori Oshiro
(67) 3325-6007
Rua Abrao Julio Rahe 857
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Meyer Ostrowsky
(67) 3042-2160
Rua Amazonas 451
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Ana Lucia Kiyomi Shimabuko Dobashi
(67) 3384-6194
Av. Mato Grosso 2209
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Laboratórios

Fornecido por: 

Médicos britânicos desenvolveram um novo tipo de exame que pode diagnosticar mais cedo o risco de um ataque cardíaco.
O exame permite que os pacientes recebam tratamento adequado num estágio inicial do processo, evitando a ocorrência de enfartes. 

Além de evitar internações desnecessárias, o novo diagnóstico possibilita também uma melhor avaliação dos estragos causados por um enfarte, permitindo que o paciente receba alta mais cedo.

Atualmente, para avaliar os riscos de um enfarte, os médicos fazem eletrocardiogramas a cada oito horas, acompanhados por exames de sangue, nos quais são analisados os elementos químicos produzidos pelo coração.

Novo exame

O novo exame também utiliza os eletros, mas os testes são feitos por um computador a cada 30 segundos, monitorando constantemente a atividade elétrica do coração. Os exames de sangue associados também são feitos com maior freqüência e portanto fornecem resultados mais atualizados.

Um porta-voz da Fundação Britânica do Coração comentou o novo exame: "O estudo, que foi meticulosamente conduzido, mostra que é possível salvar vidas além de utilizar de modo mais eficaz os recursos hospitalares evitar internações desnecessárias e conceder altas mais cedo."

"Os pacientes podem saber de imediato se estão sofrendo de algum problema cardíaco", acrescentou.

Os números atuais mostram que 4% das pessoas que são atendidas no departamento de emergência dos hospi...

Clique aqui para ler este artigo em Saude em Movimento

Termos e Condições | Política de Privacidade
Fonte do texto: Saúde em Movimento
Banco de dados de médicos e clínicas: Doctoralia
Obs.: Se seu nome aparece no nosso cadastro e deseja que o tiremos, favor entrar em contato com support@nsphere.net