Medicina Alternativa Macapá, Amapá

Encontre medicina alternativa em Macapá. Conheça os profissionais especializados desta área em sua região, aproveite e leia nossos artigos com tutoriais, dicas e informações relevantes sobre este assunto.

Raimundo Palheta Alves
222-4871
Av. Mendon¢a Furtado 2159 - Clidermia
Macapa, Amapá
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Nicodemos Vieira da Silva Neto
(96) 224-1146
Av Cora de Carvalho 2088
Macapa, Amapá
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Paulo Roberto Balbino
(96) 3223-0737
Avenida 13 - de Setembro 543
Macapa, Amapá
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Hospital da Mulher Mãe Luzia
(96) 3212-6196
av Fab, 81 Central
Macapá, Amapá

Dados Divulgados por
Hospital Santa Bárbara
(96) 3225-5154
av Ana Nery, 890 Laguinho
Macapá, Amapá

Dados Divulgados por
Joana Silva Carvalho/Hemodiagnostico
700-0705
Av. Coaracyunes 890
Macapa, Amapá
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Joao Roberto Bastos Zoghbi
(96) 3223-4257
Av. Raimundo Alvares da Costa 735
Macapa, Amapá
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Heraldo Rodrigues Ribeiro
(96) 223-9495
Av Raimundo Alvares da Costa 341
Macapa, Amapá
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Hospital Escola São Camilo e São Luiz
(96) 3242-5315
r Marcelo Cândia, 742 Santa Rita
Macapá, Amapá

Dados Divulgados por
Macapá Hospitalar
(96) 3241-3502
r Hildemar Maia, 6069 lj Muca
Macapá, Amapá

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Medicina Alternativa

Fornecido por: 

Os produtos naturais, devido à sua grande diversidade química, são importantes fontes de novas moléculas, usadas na produção de fragrâncias, pigmentos, inseticidas e, principalmente, fármacos. Dentre esses produtos, os organismos marinhos podem fornecer substâncias promissoras no combate a determinados vírus. Em relação ao vírus herpes tipo 1 (HSV-1), sabe-se que a alga brasileira Dictyota menstrualis contem uma molécula (DA-1) que apresenta grande potencial para inibir sua ação. Com base nessa potencialidade, a bióloga Tamara Fogel, em sua dissertação em biologia parasitária pelo Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz), avaliou a atividade antiviral e a toxicidade dessa molécula em comparação a atividade e a toxicidade do extrato bruto da alga da qual ela é retirada, verificando se há a possibilidade de uso desse extrato em vez do produto isolado.

Os resultados mostraram que o extrato bruto da D. menstrualis apresenta atividade antiviral bastante significativa, que provavelmente não está associada somente à molécula DA-1 que ela contem”, destaca a pesquisadora. Ela explica que o método usado para isolar a DA-1 é de baixa eficiência, dispendioso e dificulta o emprego dessa molécula em grandes volumes. “A utilização do extrato bruto da alga, dessa forma, facilitaria muito o trabalho e tornaria possível e viável o desenvolvimento de fitoterápicos brasileiros contra o HSV-1”. As algas usadas na pesquisa de Tamara foram coletadas em Búzios (RJ).

A pesquisadora esclarece que os vírus apresentam uma íntima associação com a célula do hospedeiro, fazendo da terapia antiviral um tratamento potencialmente tóxico. “É preciso impedir a replicação do vírus e diminuir, ou até mesmo anular, os danos causados ao organismo, mas, ao mesmo tempo, é imprescindível que esse feito seja alcançado sem causar outros efeitos indesejáveis ao hospedeiro”, diz Tamara. “Não existe, até hoje, nenhum fármaco capaz de eliminar o HSV-1 do organismo infectado, mas alguns fitoterápicos e antivirais conseguem alterar de forma bem expressiva a produção de novas partículas, dando ao sistema imunológico condições de controlar e eliminar células infectadas”. Contudo, segundo ela, o principal problema dos fármacos atuais é a alta toxicidade, principalmente em casos de longa administração.

Um outro problema muito frequente, de acordo com Tamara, na pesquisa em antivirais &...

Clique aqui para ler este artigo em Saude em Movimento

Termos e Condições | Política de Privacidade
Fonte do texto: Saúde em Movimento
Banco de dados de médicos e clínicas: Doctoralia
Obs.: Se seu nome aparece no nosso cadastro e deseja que o tiremos, favor entrar em contato com support@nsphere.net