Oftalmologia Maceió, Alagoas

Encontre oftalmologistas em Maceió. Conheça os profissionais especializados desta área em sua região, aproveite e leia nossos artigos com tutoriais, dicas e informações relevantes sobre este assunto.

Vivianne Rocha de Santa Rosa
(82) 3355-8012
R Artur Bulhoes 93
Maceio, Alagoas
Especialidade
Nutrologia

Dados Divulgados por
João Manoel Veras Vieira
(82) 3377-1911
Av. João Davino 799
Maceio, Alagoas
Especialidade
Patologia Clínica/Medicina Laboratorial

Dados Divulgados por
Thais de Paiva Torres Cardoso
(82) 3336-5957
R Goncalves Dias 207
Maceio, Alagoas
Especialidade
Nutrologia

Dados Divulgados por
Martins Pinto
(08) 2221-9311
Rua Buarque de Macedo 576
Maceio, Alagoas
Especialidade
Patologia Clínica/Medicina Laboratorial

Dados Divulgados por
Adeisa Maria Toledo Lyra
(82) 3305-5025
Av Governador Osman Loureiro 49 - Sala 309Centro Empres. Bussiness Tower
Maceio, Alagoas
Especialidade
Medicina do Trabalho

Dados Divulgados por
Lucia Coelho Xavier
822-1217
Av Comendador Gustavo Paiva 2990 - Centro Medico Iguatemi
Maceio, Alagoas
Especialidade
Nutrologia

Dados Divulgados por
Marshal Italo Barros Fontes
Rua Prof. Silveira Camerino 1065
Maceio, Alagoas
Especialidade
Genética Médica

Dados Divulgados por
Roseana Porto Farias
(82) 3221-1447
Praça Afrênio Jorge 54 - ( Praça da Faculdade)
Maceio, Alagoas
Especialidade
Nutrologia

Dados Divulgados por
Otavio Cristiano Leite Cavalcante
(82) 3337-3191
Rua José Freire Moura 235 - 104
Maceio, Alagoas
Especialidade
Medicina de Família e Comunidade

Dados Divulgados por
Lucia Coelho Xavier
822-1217
Av Comendador Gustavo Paiva 2990 - Centro Medico Iguatemi
Maceio, Alagoas
Especialidade
Nutrologia

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Oftalmologia

Fornecido por: 

Complicações de cirurgias de catarata podem ser uma importante causa de baixa acuidade visual na população de 50 anos ou mais em Campinas. A conclusão é de um estudo feito por pesquisadores da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) com 2.224 pessoas desta faixa etária moradoras da cidade, que visava mensurar a contribuição das complicações da facectomia – que consiste na extração do cristalino doente do olho e posterior colocação de uma lente artificial em seu lugar – como causa de debilitação visual.

Embora seja amplamente reconhecido que a extração da catarata e a implantação intra-ocular de lentes seja bastante efetiva e bem sucedida, complicações devido a essas cirurgias podem resultar em uma significativa debilidade como também em um custo adicional para os cuidados com a saúde”, afirmam os estudiosos, em artigo publicado na  última edição da revista Cadernos de Saúde Pública da Fiocruz.

Dos indivíduos verificados, 352 olhos tinham sido submetidos à cirurgia de facectomia. Os resultados dos exames mostraram que as doenças oculares concomitantes foram em 56% a principal causa de baixa visual pós-cirurgia, seguidas das complicações cirúrgicas com 28,8% e de erros refrativos com 15,2%. “Complicações de cirurgias de catarata foram a quinta causa mais importante de baixa acuidade visual”, destacam os pesquisadores. “Outras causas foram catarata, doenças oculares do segmento posterior, retinopatia diabética e glaucoma”.

Segundo os estudiosos, uma grande prioridade em relação às cirurgias de cat...

Clique aqui para ler este artigo em Saude em Movimento

Termos e Condições | Política de Privacidade
Fonte do texto: Saúde em Movimento
Banco de dados de médicos e clínicas: Doctoralia
Obs.: Se seu nome aparece no nosso cadastro e deseja que o tiremos, favor entrar em contato com support@nsphere.net