Oftalmologia Maceió, Alagoas

Encontre oftalmologistas em Maceió. Conheça os profissionais especializados desta área em sua região, aproveite e leia nossos artigos com tutoriais, dicas e informações relevantes sobre este assunto.

Marshal Italo Barros Fontes
Rua Prof. Silveira Camerino 1065
Maceio, Alagoas
Especialidade
Genética Médica

Dados Divulgados por
Otavio Cristiano Leite Cavalcante
(82) 3337-3191
Rua José Freire Moura 235 - 104
Maceio, Alagoas
Especialidade
Medicina de Família e Comunidade

Dados Divulgados por
Vivianne Rocha de Santa Rosa
(82) 3355-8012
R Artur Bulhoes 93
Maceio, Alagoas
Especialidade
Nutrologia

Dados Divulgados por
Roseana Porto Farias
(82) 3221-1447
Praça Afrênio Jorge 54 - ( Praça da Faculdade)
Maceio, Alagoas
Especialidade
Nutrologia

Dados Divulgados por
Martins Pinto
(08) 2221-9311
Rua Buarque de Macedo 576
Maceio, Alagoas
Especialidade
Patologia Clínica/Medicina Laboratorial

Dados Divulgados por
João Manoel Veras Vieira
(82) 3377-1911
Av. João Davino 799
Maceio, Alagoas
Especialidade
Patologia Clínica/Medicina Laboratorial

Dados Divulgados por
Lucia Coelho Xavier
822-1217
Av Comendador Gustavo Paiva 2990 - Centro Medico Iguatemi
Maceio, Alagoas
Especialidade
Nutrologia

Dados Divulgados por
Adeisa Maria Toledo Lyra
(82) 3305-5025
Av Governador Osman Loureiro 49 - Sala 309Centro Empres. Bussiness Tower
Maceio, Alagoas
Especialidade
Medicina do Trabalho

Dados Divulgados por
Thais de Paiva Torres Cardoso
(82) 3336-5957
R Goncalves Dias 207
Maceio, Alagoas
Especialidade
Nutrologia

Dados Divulgados por
João Manoel Veras Vieira
(82) 3377-1911
Av. João Davino 799
Maceio, Alagoas
Especialidade
Patologia Clínica/Medicina Laboratorial

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Oftalmologia

Fornecido por: 

Complicações de cirurgias de catarata podem ser uma importante causa de baixa acuidade visual na população de 50 anos ou mais em Campinas. A conclusão é de um estudo feito por pesquisadores da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) com 2.224 pessoas desta faixa etária moradoras da cidade, que visava mensurar a contribuição das complicações da facectomia – que consiste na extração do cristalino doente do olho e posterior colocação de uma lente artificial em seu lugar – como causa de debilitação visual.

Embora seja amplamente reconhecido que a extração da catarata e a implantação intra-ocular de lentes seja bastante efetiva e bem sucedida, complicações devido a essas cirurgias podem resultar em uma significativa debilidade como também em um custo adicional para os cuidados com a saúde”, afirmam os estudiosos, em artigo publicado na  última edição da revista Cadernos de Saúde Pública da Fiocruz.

Dos indivíduos verificados, 352 olhos tinham sido submetidos à cirurgia de facectomia. Os resultados dos exames mostraram que as doenças oculares concomitantes foram em 56% a principal causa de baixa visual pós-cirurgia, seguidas das complicações cirúrgicas com 28,8% e de erros refrativos com 15,2%. “Complicações de cirurgias de catarata foram a quinta causa mais importante de baixa acuidade visual”, destacam os pesquisadores. “Outras causas foram catarata, doenças oculares do segmento posterior, retinopatia diabética e glaucoma”.

Segundo os estudiosos, uma grande prioridade em relação às cirurgias de cat...

Clique aqui para ler este artigo em Saude em Movimento

Termos e Condições | Política de Privacidade
Fonte do texto: Saúde em Movimento
Banco de dados de médicos e clínicas: Doctoralia
Obs.: Se seu nome aparece no nosso cadastro e deseja que o tiremos, favor entrar em contato com support@nsphere.net