Personal Trainer para Gestantes Bagé, Rio Grande do Sul

Encontre personal trainer para gestantes em Bagé. Conheça os profissionais especializados desta área em sua região, aproveite e leia nossos artigos com tutoriais, dicas e informações relevantes sobre este assunto.

Academia de Muay-thai e Thai Boxing
(51) 3261-3389
r Alameda Q, 288, Restinga Nova
Porto Alegre, Rio Grande do Sul

Dados Divulgados por
Academia Fitness Hall
(51) 3331-1333
r Silva Jardim, 278, Auxiliadora
Porto Alegre, Rio Grande do Sul

Dados Divulgados por
Academia de Pilates - Pilates para Todos
(53) 8124-7886
Rua Felix da Cunha, 657 - A
Pelotas, Rio Grande do Sul
 
Academia Espaço Fitness
(51) 3344-5728
av Bp João Scalabrini, 380 lj 7, Itu Sabará
Porto Alegre, Rio Grande do Sul

Dados Divulgados por
Academia de Ginástica Agagi
(51) 3386-9978
av Mãe Apolinária M Batista, 187, Protásio Alves
Porto Alegre, Rio Grande do Sul

Dados Divulgados por
Academia de Ginástica Atlas de Porto Alegre
(51) 3223-5555
av Princesa Isabel, 639, Azenha
Porto Alegre, Rio Grande do Sul

Dados Divulgados por
Academia GInga Nativa
(51) 3588 6473 81542865
Av. Mauá, 2001, Centro
São Leopoldo, Rio Grande do Sul
 
academia Dojinmon de Karatê
(51) 3337-9936
r Portugal, 733 lj 1, São João
Porto Alegre, Rio Grande do Sul

Dados Divulgados por
Academia Energy
(51) 3246-9197
r Eng Jorge Porto, 644 s 103, Ipanema
Porto Alegre, Rio Grande do Sul

Dados Divulgados por
Academia Cristal Fitness Center
(51) 3266-9781
av Wenceslau Escobar, 1286, Cristal
Porto Alegre, Rio Grande do Sul

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Personal Trainer para Gestantes

Fornecido por: 

Em nossa civilização, durante muitos séculos, a mulher, origem do pecado, foi condenada a " dar a luz na dor".
Foi preciso muito tempo para vencer os princípios ancestrais a fim de chegar ao parto profilático, chamado "sem dor".
Os médicos se preocupam, em primeiro lugar, com a parturiente e tentaram melhorar seu conforto, preparando-a física e psiquicamente para o evento.
O método de preparação física tenta levar em conta todos estes elementos: conforto da mãe, e conseqüentemente, da criança, controle das diversas situações na relação triangular pai-mãe-filho.
A boa condição física e o controle da respiração constituem, para a mulher, condições de ter um parto fácil. A preparação física desenvolve harmoniosamente o corpo todo, torna os músculos elásticos e mantém a boa forma.
A sucessão de contração e relaxamentos musculares melhora a circulação sangüínea. Por outro lado o controle das apnéias, também são fatores importantes no controle de si.

Modificações no organismo:

São várias as modificações anatômicas da mulher em seu período gestacional.
A parede abdominal é a primeira a sentir as modificações, deslocando o centro de gravidade, sujeitando-a a lordose lombar, à medida que a barriga aumenta.
A cintura pélvica aumenta 60% sua mobilidade devido a relaxinas. O quadril aumenta também o seu tamanho para ampliar o espaço a abrigar o bebê.
diafragma é comprimido devido ao maior volume uterino, dificultando-lhe a respiração.
estômago tem eixo alterado para a horizontal, dificultando a digestão.
As glândulas mamárias tem seu volume aumentado, solicitando mais músculos dosais e peitorais.

Alterações metabólicas mais apresentadas no período gestancial:

Aumento da freqüência cardíaca de 70/80 em média, devendo ser evitado assim atividades que exceda a 140 bpm.
A gestante está sempre cansada devido ao aumento de consumo de O2 (bebê) e a pressão sofrida pelo diafragma.
Aumento do débito cardíaco, pois parte deste é desviado para tecidos não musculares, provocando taquicardia.
A resistência periférica é diminuída.
Aumento do volume sangüíneo (30%) e plasmático (40%).
Alterações no sistema endócrino. A disfunção nos hormônios trás alterações emocionais e de hábitos na gestante.

Modificações gerais no organismo feminino durante a gravidez: 

A musculatura, impregnada de líquidos, tem seus ligamentos e tendões afrouxados, os quais se tornam incapazes de funcionar como sustentadores, aumentando o risco de lesões.

Os ossos estão bem mais frágeis e seus ligamentos mais frouxos, por isso, deve-se trabalhar com cargas reduzidas.

Recomendações do American College of Obstetrician and Ginicologist para exercícios no período gestacinal: 

Prescrição médica. Para qualquer atividade física com ...

Clique aqui para ler este artigo em Saude em Movimento

Termos e Condições | Política de Privacidade
Fonte do texto: Saúde em Movimento
Banco de dados de médicos e clínicas: Doctoralia
Obs.: Se seu nome aparece no nosso cadastro e deseja que o tiremos, favor entrar em contato com support@nsphere.net