Psicólogos Campo Grande, Mato Grosso do Sul

Encontre psicólogos em Campo Grande. Conheça os profissionais especializados desta área em sua região, aproveite e leia nossos artigos com tutoriais, dicas e informações relevantes sobre este assunto.

Adauto Furlanetti
(67) 9264-4869
r Eduardo Santos Pereira, 295 1º Andar, Sala 2
Campo Grande, Mato Grosso do Sul

Dados Divulgados por
Clínica de Psicologia Merege
(67) 3384-3907
r 25 de Dezembro, 476 s 4, Centro
Campo Grande, Mato Grosso do Sul

Dados Divulgados por
Andrade, Denisval P
(67) 3324-4920
r Antônio Corrêa, 319 lt 10, Jardim Monte Líbano
Campo Grande, Mato Grosso do Sul

Dados Divulgados por
Clínica de Psicologia Mendes
(67) 9249-3434
r Eduardo Santos Pereira, 295, Centro
Campo Grande, Mato Grosso do Sul

Dados Divulgados por
Arruda, Ângelo M V
(67) 3383-2307
r Eduardo Santos Pereira, 1659 s 5, Jardim dos Estados
Campo Grande, Mato Grosso do Sul

Dados Divulgados por
Clínica de Psicologia Andrea Lacet, Dra
(67) 3321-8077
r Rio Grande Sul, 1530, Jardim dos Estados
Campo Grande, Mato Grosso do Sul

Dados Divulgados por
CIDAPP-Centro Integrado de Desenvolvimento e Pesquisa em Psicologia
(67) 3324-9599
r Sebastião Lima, 1143, Jardim Monte Líbano
Campo Grande, Mato Grosso do Sul

Dados Divulgados por
Clínica de Psicologia e Fonoaudiologia
(67) 3324-6026
av Mato Grosso, 358, Centro
Campo Grande, Mato Grosso do Sul

Dados Divulgados por
Centro Psicológico de Controle do Stress
(67) 3383-0199
av dos Estados, 112, Jardim dos Estados
Campo Grande, Mato Grosso do Sul

Dados Divulgados por
Ismape - Apoio Psicológico e Educacional
(67) 3382-6748
r Arthur Jorge, 1048 Sl 2
Campo Grande, Mato Grosso do Sul

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Psicólogos

Fornecido por: 

Testes realizados em voluntários sadios de ambos os sexos apontaram uma alternativa de medicamento genérico para o tratamento da epilepsia. Como a doença exige um acompanhamento periódico e a ingestão contínua de remédios, é importante criar condições de baratear o custo dessas formulações para os portadores da enfermidade sem condições financeiras de arcar com uma despesa mensal que, em geral, varia entre R$ 50 a R$ 120, considerando os produtos disponíveis no mercado. No caso de medicamentos genéricos este custo poderia cair para 40% do valor, dependendo da formulação.

O psicólogo Sandro Evandir de Oliveira realizou pesquisa de mestrado na Faculdade de Ciências Médicas, orientada pelo professor Gilberto De Nucci, em que visou comparar a biodisponibilidade de duas formulações da substância oxcarbazepina em comprimidos de 600 mg, produzido por laboratório brasileiro. No trabalho, Oliveira comparou a formulação de referência - disponível no mercado - com as combinações do medicamento genérico, e constatou resultados favoráveis à utilização do genérico.

A epilepsia tem uma das suas maiores incidências nos países em desenvolvimento, sendo que no Brasil ela alcança 3 milhões de portadores dos distúrbios. Trata-se de um mal crônico em que o portador depende de medicamentos por vários anos. Um problema, no entanto, é o mito em relação aos medicamentos genéricos quanto à sua eficácia para o tratament...

Clique aqui para ler este artigo em Saude em Movimento

Termos e Condições | Política de Privacidade
Fonte do texto: Saúde em Movimento
Banco de dados de médicos e clínicas: Doctoralia
Obs.: Se seu nome aparece no nosso cadastro e deseja que o tiremos, favor entrar em contato com support@nsphere.net