Tratamento Dentário Brasília, DF

Encontre tratamento dentário em Brasília. Conheça os profissionais especializados desta área em sua região, aproveite e leia nossos artigos com tutoriais, dicas e informações relevantes sobre este assunto.

Vânia Martinelli
(44) 3252-4177
Av 14 de Dezembro 609 sl
Brasilia, DF
Especialidade
Odontologia

Dados Divulgados por
Leila de Oliveira Tafuri
(32) 3333-3643
Av Pereira Teixeira 482 s 304
Rio de Janeiro, DF
Especialidade
Odontologia

Dados Divulgados por
Mara R D Ledesma
(51) 3431-6350
Rua Brascubas 485
Brasilia, DF
Especialidade
Odontologia

Dados Divulgados por
Andréa Curi Barbosa
(21) 2267-7906
Rua Visc de Pirajá 414 sl 1307
Brasilia, DF
Especialidade
Odontologia

Dados Divulgados por
Frederico Bussinger Moura de Oliveira
(33) 3344-1855
Av Dr Rubens Boechat Oliveira 301 sl I
Brasilia, DF
Especialidade
Odontologia

Dados Divulgados por
Gelson Pinto Leão
(96) 3223-3767
Rua Leopoldo Machado 2843 lj 1
Brasilia, DF
Especialidade
Odontologia

Dados Divulgados por
Berenice Fonseca Leal
(31) 3891-4390
Pc Mário Del Giudice 38 s 601
Brasilia, DF
Especialidade
Odontologia

Dados Divulgados por
Luís Cláudio A Ferreira
(62) 3251-5674
Av T 1 Q 89 2098 lt 8a
Brasilia, DF
Especialidade
Odontologia

Dados Divulgados por
Marli S Land
(49) 3664-0666
Av Araucária 150 s 110
Brasilia, DF
Especialidade
Odontologia

Dados Divulgados por
Gilberto Cortopassi
(64) 3411-2415
Rua Randolfo Campos 144
Brasilia, DF
Especialidade
Odontologia

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Tratamento Dentário

Fornecido por: 

Os tratamentos contra as doloridas cáries, maior problema bucal dos brasileiros, pode ter um novo aliado: as células-tronco. Estudos feitos na Universidade de Brasília (UnB) já conseguiram dar dois passos importantes nessa área. O primeiro deles foi estabelecer o melhor meio de cultura. O segundo, identificar e comprovar a existência destas células verificando seus aspectos morfológicos e de desenvolvimento.

De acordo com a cirurgiã-dentista Leliane Macedo de Souza, mestranda do Departamento de Odontologia da Faculdade de Ciências da Saúde (ODT), que desenvolve a pesquisa no Laboratório da Biologia Molecular da UnB , há uma expectativa de as células-tronco ajudarem a regenerar os tecidos que se perdem durante a infecção bacteriana.

Se essa capacidade for comprovada e reproduzida, a polpa retirada do dente nos tratamentos de canal também poderá ser regenerada. Assim, os tratamentos restauradores estarão aptos a utilizar células-tronco associadas a fatores de crescimento para melhorar a cicatrização e preencher as cavidades comprometidas pela cárie, evitando o uso de material empregado hoje, sujeito a infiltrações e desgaste.

Esse estudo coloca a UnB e o Brasil na vanguarda de estudos com células-tronco adultas”, afirma Leliane. Hoje, o conhecimento científico na área já vem sendo desenvolvido nos Estados Unidos, em vários países da Europa (Itália, França, Inglaterra) e Japão, entre outros.

Os pesquisadores também vislumbram que a tecnologia vai ajudar a manter a integridade dos tecidos periodontais (gengiva), como já vem sendo utilizada para indução de reconstrução de tecidos da face perdidos por câncer ou traumas, tendo em vista a importância do tecido para a sustentação dos dentes. No futuro, cientistas vislumbram a possibilidade de produzir dentes inteiros ou porções para restaurações.

As células-tronco isoladas dos dentes podem se diferenciar em outros tipos celulares, além daqueles relacionados ao órgão dentário, como para o tecido adiposo (gordura), cartilaginoso, ósseo e até em tipos neurais. Por isso têm sido foco de grande interesse da comunidade científica mundial.

Multiplicação 

O primeiro desafio da equipe era descobrir como multiplicar as células em laboratório, ou seja, cultivá-las. Existem diferentes formas de atingir esse objetivo descritas em trabalhos feitos no exterior, mas os pesquisadores da UnB queriam saber se seria possível alcançá-lo com os recursos disponíveis para o grup...

Clique aqui para ler este artigo em Saude em Movimento

Termos e Condições | Política de Privacidade
Fonte do texto: Saúde em Movimento
Banco de dados de médicos e clínicas: Doctoralia
Obs.: Se seu nome aparece no nosso cadastro e deseja que o tiremos, favor entrar em contato com support@nsphere.net