Tratamento de Taquicardia Ventricular Alagoinhas, Bahia

Encontre tratamento de taquicardia ventricular em Alagoinhas. Conheça os profissionais especializados desta área em sua região, aproveite e leia nossos artigos com tutoriais, dicas e informações relevantes sobre este assunto.

João Lúcio Ribeiro Cruz
(75) 3422-2010
Praca Ruy Barbosa 143
Alagoinhas, Bahia
Especialidade
Patologia

Dados Divulgados por
O Bioquimico Diagnostico Laboratorial
(75) 3422-1333
Rua Vinte e Quatro de Maio 258 - Casa
Alagoinhas, Bahia
Especialidade
Patologia Clínica/Medicina Laboratorial

Dados Divulgados por
Helenemarie Schaer Barbosa
(71) 3264-6058
Rua Greenfield 34
Salvador, Bahia
Especialidade
Patologia Clínica/Medicina Laboratorial

Dados Divulgados por
Patricia Maria Almeida Silva
(71) 3206-4444
Avenida Santos Dumont - Estrada do Coco Km 01
Lauro de Freitas, Bahia
Especialidade
Patologia Clínica/Medicina Laboratorial

Dados Divulgados por
Wellington Santos Vigas
(71) 3362-9542
R Hélio Machado 22 - S/D
Salvador, Bahia
Especialidade
Medicina do Trabalho

Dados Divulgados por
Grayson Amorim Tenorio
(75) 3421-1474
Rua Marechal Deodoro
Alagoinhas, Bahia
Especialidade
Foniatria

Dados Divulgados por
Maria de Fátima Martins Fortuna
(71) 3357-8800
Av Dom João Vi 1291 - Hospital Evangélico da Bahia
Salvador, Bahia
Especialidade
Medicina Intensiva

Dados Divulgados por
Adilson Barbosa da Silva
(71) 3521-1623
R Doutor Eduardo Dotto 12 - Clínica Nossa
Salvador, Bahia
Especialidade
Medicina do Trabalho

Dados Divulgados por
Fanny Gomes Reinel
(73) 3617-2245
Aziz Maron 1117 - Sala 702
Itabuna, Bahia
Especialidade
Medicina Intensiva

Dados Divulgados por
Maria Virginia Cardoso
(71) 3351-9861
Av. Acm ED. LOUIS PASTEUR SL 108 - Complexo Odonto Médico Itaigara
Salvador, Bahia
Especialidade
Patologia Clínica/Medicina Laboratorial

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Tratamento de Taquicardia Ventricular

Fornecido por: 

Taquicardia ventricular (TV) é um ritmo cardíaco complexo, originário nos ventrículos. Geralmente a freqüência cardíaca é regular, entre 150 a 200 batimentos por minuto. Há dissociação entre a atividade atrial e ventricular. A freqüência rápida e a dissociação átrio-ventricular (A-V) podem levar à redução do enchimento cardíaco, com baixo débito, hipotensão e parada cardíaca.

Taquicardia Ventricular Atípica (também conhecida como TV polimórfica ou Torsades de Pointes) é um tipo particular de TV associado com intervalo QT prolongado.


CAUSAS TÓXICAS

Muitas substâncias tóxicas causam taquicardia ventricular. Indivíduos com doença cardíaca isquêmica de base estão particularmente em risco.

Exemplos importantes incluem:

Taquicardia ventricular:

  • Acônito (encontrado em certos preparados herbais chineses)
  • Anfetaminas e outros estimulantes relacionados
  • Glicosídeos cardíacos (digoxina, digitoxina)
  • Hidrato de cloral
  • Fluorocarbonetos clorados
  • Cocaína
  • Quinidina e outros antiarrítmicos tipo 1a
  • Quinino
  • Teofilina
  • Antidepressivos tricíclicos
  • Taquicardia Ventricular Atípica (Torsades de Pointes):

    • Amiodarona
    • Antihistamínicos (terfenadina e astemizole)
    • Arsênico
    • Fluoreto
    • Quinidina e outros antiarrítmicos tipo 1a
    • Tioridazina


    CAUSAS NÃO TÓXICAS

    • Infarto agudo do miocárdio ou isquemia
    • Insuficiência cardíaca congestiva
    • Doença intrínsica do sistema de condução
    • Hipocalemia
    • Hipocalcemia
    • Síndromes congênitas com alargamento do QT


    MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS

    As características clínicas da taquicardia ventricular variam dentro de um largo espectro, de acordo com o débito cardíaco e a perfusão de órgão-alvo. Parada cárdio-respiratória pode ser observada, ou o paciente pode apresentar choque com hipotensão, diaforese, confusão mental ou síncope. Ocasionalmente o paciente pode estar aparentemente assintomático, especialmente indivíduos jovens previamente saudáveis.

    No caso de TV atípica, os pacientes podem apresentar abruptos episódios de tontura, fraqueza ou síncope.


    DIAGNÓSTICO DIFERENCIAL

    Taquicardia sinusal ou supraventricular acompanhada de complexo QRS alargado.

    Vários agente tóxicos podem causar alargamento dos complexos QRS, incluindo:

    • Cloroquina e drogas relacionadas
    • Difenidramina
    • Fenotiazínicos (especialmente tioridazina)
    • Propoxifeno
    • Quinidina e outros antiarrítmicos tipo 1a e 1c
    • Quinino
    • Antidepressivos tricíclicos


    INVESTIGAÇÕES RELEVANTES

    Um monitor cardíaco é essencial para determinar a atividade elétrica do coração; iniciar a monitorização cardíaca imediatamente e manter observação contínua.

    • ECG
    • Eletrólitos séricos (incluindo potássio, cálcio e magnésio)
    • Gasometria arterial
    • Oximetria de ...

Clique aqui para ler este artigo em Saude em Movimento

Termos e Condições | Política de Privacidade
Fonte do texto: Saúde em Movimento
Banco de dados de médicos e clínicas: Doctoralia
Obs.: Se seu nome aparece no nosso cadastro e deseja que o tiremos, favor entrar em contato com support@nsphere.net