Tratamento para Hipertensão Parnamirim, Rio Grande do Norte

Encontre tratamento para hipertensão em Parnamirim. Conheça os profissionais especializados desta área em sua região, aproveite e leia nossos artigos com tutoriais, dicas e informações relevantes sobre este assunto.

Marlize de a Romano
(84) 3133-3400
Natal, Rio Grande do Norte
Especialidade
Patologia Clínica/Medicina Laboratorial

Dados Divulgados por
Maria do Socorro S.G. da Silva
(84) 3222-3508
Rua Potengi 467
Natal, Rio Grande do Norte
Especialidade
Patologia Clínica/Medicina Laboratorial

Dados Divulgados por
Nubia Eleonora D de Medeiros
(84) 3212-1222
Av. Campos Sales 847
Natal, Rio Grande do Norte
Especialidade
Patologia Clínica/Medicina Laboratorial

Dados Divulgados por
Maria do Socorro Santos G Silva
Rua Potengi 467
Natal, Rio Grande do Norte
Especialidade
Patologia Clínica/Medicina Laboratorial

Dados Divulgados por
Centro Clínico Santa Rita Ltda
(84) 3219-3329
av Praia Ponta Negra, 8892
Natal, Rio Grande do Norte

Dados Divulgados por
Maria Elaine F. de Farias
(84) 3211-9333
Av. Campos Sales 782
Natal, Rio Grande do Norte
Especialidade
Patologia Clínica/Medicina Laboratorial

Dados Divulgados por
Zelia Maria Silva de Assis
(84) 3211-8448
Citopatologia Ginecologia e Obstetrícia
Natal, Rio Grande do Norte
Especialidade
Patologia Clínica/Medicina Laboratorial

Dados Divulgados por
Natal Hospital Center
(84) 4009-1000
Afonso Pena 754
Natal, Rio Grande do Norte
Especialidade
Medicina Nuclear

Dados Divulgados por
Centro Clínico do Cidadão
(84) 3223-0964
av Pres Bandeira, 513 B Alecrim
Natal, Rio Grande do Norte

Dados Divulgados por
Centro Clínico Igapó Ltda
(84) 3214-2682
av Bel Tomaz Landim, 2620 Igapó
Natal, Rio Grande do Norte

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Tratamento para Hipertensão

Fornecido por: 

O consumo diário de cereal de aveia integral baixa a pressão sangüínea e permite a redução da dosagem da medicação de pacientes que já fazem tratamento para controlar a hipertensão, afirmaram cientistas.

Em um primeiro estudo, Joel J. Pins, da Escola de Medicina da Universidade de Minnesota, em Minneapolis, e seus colegas administraram diariamente a um grupo de voluntários que sofriam de hipertensão 137 gramas de cereal de aveia, com 12 gramas de fibras e seis gramas de fibra solúvel, e a outro, cereal de trigo com três gramas de fibras e cerca de um grama de fibra solúvel.

Os pesquisadores afirmam na edição de abril da publicação Journal of Family Practice que 73 por cento dos 45 participantes do estudo que consumiram aveia diariamente puderam reduzir a medicação para hipertensão.

Após 12 semanas, a média de colesterol total deles caiu em 15 por cento, o LDL - o colesterol ruim - diminuiu em 16 por cento, e os níveis de glicose no sangue melhoraram significativamente.

No entanto, durante as seis semanas posteriores ao estudo, dois terços deles tiveram que retomar a dosagem inicial dos remédios.

Em comparação, 42 por cento dos 43 voluntários que consumiram cereal de trigo puderam diminuir a medicação para hipertensão mas não mostraram significativa redução no colesterol total ou nos níveis de LDL.

Em um segundo estudo, os mesmos pesquisadores submeteram 18 pessoas, que sofriam de hipertensão mas não faziam nenhum tratamento para o problema, a uma intervenção similar ou "dieta de controle".

Também neste caso, o grupo que ingeriu cereal de aveia mostrou uma redução da pressão após seis semanas. E as alterações no colesterol foram similares.

"Essas conclusões demonstram que os médicos têm razões para recomendar a seus pacientes hipertensos um regime diário que inclua aveia integral em conjunção com a terapia de costume", afirmou a equipe de Pins.

(Com informa...

Clique aqui para ler este artigo em Saude em Movimento

Termos e Condições | Política de Privacidade
Fonte do texto: Saúde em Movimento
Banco de dados de médicos e clínicas: Doctoralia
Obs.: Se seu nome aparece no nosso cadastro e deseja que o tiremos, favor entrar em contato com support@nsphere.net