Tratamento para Obesidade Santana, Amapá

Encontre tratamento para obesidade em Santana. Conheça os profissionais especializados desta área em sua região, aproveite e leia nossos artigos com tutoriais, dicas e informações relevantes sobre este assunto.

Futebar
(15) 222-0461
av Gal Carnei, 914
Sorocaba, São Paulo
 
Escola de Futebol Olímpia
(115) 011-7378
r Cruz das Almas, 80
São Paulo, São Paulo
 
Parque Balneário Amorim
(553) 524-1077
r Venancio Aires, 667
Crissiumal, Rio Grande do Sul
 
Mauro L Turini
(323) 532-2405
av Comendador Jacinto S S Lima, 374
Ubá, Minas Gerais
 
Bloco ME Abraca
(71) 331-3388
r Maceió, 104
Salvador, Bahia
 
Martins Ohlweller
(553) 535-2163
av Uruguai, 510, Três de Maio
Tres de Maio, Rio Grande do Sul
 
Marco Ao Gerard
(53) 221-3511
av Duque de Caxias, 600, Fragata
Pelotas, Rio Grande do Sul
 
Track Center Comércio e Manutenção Ltda
(65) 634-5000
av Carmindo de Campos, 1777, JD Petrópolis
Cuiabá, Mato Grosso
 
Sumaré Sports
(113) 864-5571
R Zaira, 117
São Paulo, São Paulo
 
The Champion Club
(113) 338-0867
lgo Arouche, 336, República
São Paulo, São Paulo
 

Tratamento para Obesidade

Fornecido por: 

Pesquisa divulgada pela Organização das Nações Unidas (ONU) essa semana afirma que os brasileiros são os maiores consumidores do mundo de drogas para emagrecimento.

O estudo aponta que são nove doses diárias para cada mil habitantes do nosso país. Nos Estados Unidos, segundo colocado nesse triste ranking, são 7,7 doses. Já os nossos vizinhos argentinos, que ocupam a terceira colocação, ingerem 6,7 doses diárias para cada mil pessoas.

Tanto os argentinos, quanto os estadunidenses, já consumiram muito mais remédios para redução de peso, só que com campanhas de conscientização, reduziram esses índices alarmantes, caindo algumas posições na lista das nações que mais consomem esse tipo de medicamento. 

Segundo epidemiologistas, o mesmo deveria ser feito no Brasil, que agora passa a ser o maior consumidor mundial de anfetaminas, a substância mais comum entre os medicamentos para emagrecer, que só pode ser comercializada com receita médica.

É bom lembrar que ansiedade, depressão e psicose, são alguns dos sintomas mais comuns nos usuários crônicos desses tipos de substâncias farmacológicas.

Texto: Cassiano Sampaio
Fonte: Redação saúde em Movimento

Data da Publicação: 03/03/2006

Clique aqui para ler este artigo em Saude em Movimento

Termos e Condições | Política de Privacidade
Fonte do texto: Saúde em Movimento
Banco de dados de médicos e clínicas: Doctoralia
Obs.: Se seu nome aparece no nosso cadastro e deseja que o tiremos, favor entrar em contato com support@nsphere.net